X

São Vicente

Violência entre policiais e bandidos leva São Vicente a adiar blocos de carnaval

A postura da Prefeitura de São Vicente seguiu a movimentação natural das bandas e blocos que já tinham anunciado o seu adiamento, como a "Banda do Marlon", "Ruazinha", "Olha Elas", "Manas e Monas", "Banda do Glitter", "Banda Vai que Vira". 

Igor de Paiva

Publicado em 09/02/2024 às 18:51

Atualizado em 09/02/2024 às 20:24

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Em nota, Paulo Bonavides, atual secretário de turismo da cidade, afirmou que a decisão foi tomada para garantir a preservação e integridade dos foliões / Divulgação/PMSV

A onda de violência que atinge as cidades da Baixada Santista nos últimos dias levou a Prefeitura de São Vicente, nesta sexta-feira (9), a adiar os desfiles das bandas e blocos de carnaval no município. 

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Em nota, Paulo Bonavides, atual secretário de turismo da cidade, afirmou que a decisão foi tomada para garantir a preservação e integridade dos foliões e organizadores de blocos e bandas carnavalescas. Oficialmente, o adiamento foi decretado por medidas de segurança.

Além disso, foi considerado que o feriado representa uma expressão cultural que se caracteriza pela alegria e que pelo atual cenário da região não seria cumprido tal conceito.

A postura da Prefeitura de São Vicente seguiu a movimentação natural das bandas e blocos que já tinham anunciado o seu adiamento, como a “Banda do Marlon”, “Ruazinha”, “Olha Elas”, “Manas e Monas”, “Banda do Glitter”, “Banda Vai que Vira”. 

O atual prefeito de São Vicente, Kayo Amado, usou suas redes sociais para explicar a situação. " Entendemos que essa é a melhor decisão do momento, e que nos próximos dias teremos condições mais favoráveis para receber os foliões e suas famílias num ambiente onde vai prevalecer a alegria. Não é uma decisão fácil, mas a minha preocupação é sempre defender o bem-estar de todos em São Vicente", finalizou. 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Economia

Com prejuízo de R$ 500 mi, Carrefour anuncia o fechamento de 123 lojas

Entre as unidades fechadas, 16 são hipermercados da própria marca; os demais são de bandeiras Todo Dia, Nacional e Bom Preço

Polícia

Mulher é estuprada dentro de delegacia em Guarujá; agressor é preso

Funcionária da Delegacia Sede da Cidade sofreu a violência dentro de sua sala de trabalho; homem foi preso em flagrante

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter