Verdadeiro chá de cadeira! Procon autua agência bancária de São Vicente por demora

Fundação pede a consumidores que denunciem irregularidades como forma de coibir abusos

Comentar
Compartilhar
09 SET 2021Por Da Reportagem17h30
Outros estabelecimentos bancários serão visitados durante o mês de setembro, com o objetivo de garantir um melhor e mais adequado atendimento aos cidadãosOutros estabelecimentos bancários serão visitados durante o mês de setembro, com o objetivo de garantir um melhor e mais adequado atendimento aos cidadãosFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de São Vicente

Fiscalização realizada pela Fundação Procon de São Vicente na manhã desta quinta-feira (9) resultou na autuação de uma agência bancária na Avenida Antônio Emmerich, trecho da Vila Melo. Outros dois bancos na mesma avenida, altura da Vila São Jorge, foram visitados, constando-se situação regular em ambos.

Na instituição financeira multada, verificou-se um tempo de espera elevado no autoatendimento, que chegou a 40 minutos – o dobro do previsto em lei municipal, que “estipula como tempo razoável para atendimento (...) até 20 minutos em dias normais”.

Realizada em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento do Comércio, Indústria e Negócios Portuários (Secinp), a ação também observou número de terminais de autoatendimento (caixas eletrônicos), existência de monitoramento para auxiliar clientes do lado de fora da agência, disponibilidade de caixas internos funcionando, atendimento preferencial, número de pessoas circulando no banco, além de placas informativas e acesso fácil ao Código de Defesa do Consumidor, Lei Federal nº 8.078/1990.

Outros estabelecimentos bancários serão visitados durante o mês de setembro, com o objetivo de garantir um melhor e mais adequado atendimento aos cidadãos.

Coordenadora do Procon São Vicente, Amanda Reny destacou que observada qualquer irregularidade, o gerente é notificado a corrigir os pontos falhos, além do encaminhamento de uma multa à instituição, cujo valor varia de acordo com o capital financeiro da empresa.

DENÚNCIA.
Nessa tarefa de fazer valer o direito do consumidor, Amanda destaca que a ajuda da população é fundamental.

"Pedimos que as pessoas criem o hábito de denunciar irregularidades. Percebemos que há muita reclamação nas redes sociais, mas é preciso buscar o órgão competente para que os direitos sejam respeitados".

O atendimento no Procon pode ser feito pessoalmente, e sem necessidade de agendamento, no Procon municipal, que fica no prédio da Prefeitura (Rua Frei Gaspar 384 – Centro) ou pelo telefone/WhatsApp: 3579-1307.