São Vicente registra primeira morte por dengue em 2021

Até o momento, a Cidade contabiliza 66 casos de dengue e 29 casos de chikungunya, neste ano

Comentar
Compartilhar
25 FEV 2021Por Da Reportagem15h37
No verão, com as chuvas, aumenta a proliferação do mosquito, que se reproduz em água limpa e paradaNo verão, com as chuvas, aumenta a proliferação do mosquito, que se reproduz em água limpa e paradaFoto: Arquivo/Agência Brasil

Com pesar, a Prefeitura de São Vicente informa a primeira morte por dengue de um morador da Cidade, em 2021. Trata-se de um homem de 41 anos, morador da Vila Margarida e trabalhador do setor de manutenção de edificações. Apesar de ser morador de São Vicente, o paciente faleceu em Santos.

A Secretaria de Saúde (Sesau) de São Vicente está monitorando a região onde esse morador residia a fim de orientar a vizinhança e o bairro vai receber os agentes de combate à dengue.

Até o momento, a Cidade contabiliza 66 casos de dengue e 29 casos de chikungunya, neste ano.

Mutirões estão sendo realizados em diversas regiões da Cidade, com agentes percorrendo casas, prédios, terrenos e estabelecimentos comerciais, com o objetivo de eliminar os depósitos de água parada e recolher materiais inservíveis para evitar uma epidemia de doenças transmitidas pelo vetor Aedes aegypti.

Vale ressaltar que a melhor forma para prevenir o mosquito ainda é eliminar toda água armazenada, que pode se tornar um criadouro. É importante manter a caixa d’água fechada, lavar os tanques semanalmente com escova e sabão, encher os pratos das plantas de areia até a borda, manter calhas limpas, colocar o lixo em sacos plásticos e com a lixeira sempre fechada.

Para munícipes que queiram realizar denúncias, o Departamento de Controle de Doenças Vetoriais (Decodove) disponibiliza o número 0800 771 0037. É importante que o denunciante forneça os dados sobre o local onde se encontra a irregularidade, facilitando o trabalho dos agentes.