São Vicente

SV promove mutirão no sábado (27) e convoca adolescentes para implantação de contraceptivo

Jovens interessadas devem procurar a UBS Central, das 8h às 13h; o implante é invisível e evita a gravidez por até três anos

Da Reportagem

Publicado em 25/08/2022 às 12:45

Atualizado em 25/08/2022 às 13:50

Compartilhe:

UBS fica na Avenida Antonio Emmerich, 509, na Vila Melo / Foto: Divulgação/ Prefeitura de São Vicente

Neste sábado (27), a Secretaria de Saúde de São Vicente (Sesau) realiza, das 8h às 13h, um mutirão para avaliar adolescentes que queiram colocar contraceptivo. O objetivo da iniciativa é acabar com a demanda reprimida do programa Planejamento Familiar. A ação será realizada na Unidade Básica de Saúde Central, que fica na Avenida Antonio Emmerich, 509, na Vila Melo.

Adolescentes com 19 anos ou menos podem procurar a unidade de saúde mais próxima de casa, nestas quinta e sexta-feira (25 e 26), para obter mais informações, ou comparecer no sábado, na UBS Central, para avaliação e colocação do contraceptivo. Para receber o implante, a jovem já deve ter tido, pelo menos, uma gestação.

Neste dia, serão disponibilizadas 120 vagas. Para quem não conseguir ser contemplada, haverá uma lista de espera para atendimento em outra data.

No sábado, o atendimento será realizado por equipe multiprofissional, que vai atender casais que aguardam laqueadura de intervalo de gestação. Serão realizados a inserção do implante contraceptivo subdérmico (seguindo protocolo municipal de elegibilidade) e exames preventivos de colo de útero (papanicolau).

O mutirão vai oferecer orientação médica e psicossocial, atendimento individualizado e informações sobre os métodos contraceptivos, como forma de elucidar todas as opções viáveis para que os casais confirmem a continuidade do processo.

Durante a ação, também haverá palestras ministradas pela médica ginecologista e obstetra Maria Luiza Cunha David, sobre todos os métodos anticoncepcionais disponíveis na rede de saúde. As apresentações vão contar com o apoio de alunos e residentes do curso de medicina de faculdades conveniadas.

No local, também serão realizados testes rápidos para detecção de HIV e Sífilis e multivacinação.

Para Michelle Santos, secretária de Saúde, essa é a oportunidade para adolescentes garantirem contraceptivo de forma segura e gratuita. “As jovens menores de 19 anos, que já têm um filho, e que procuram um anticoncepcional assegurado e de longa duração, devem comparecer na unidade neste sábado. Elas serão avaliadas por nossa equipe e poderão ter mais informações sobre o implante e outros métodos que disponibilizamos”, declara.

A Sesau destaca que é importante garantir acesso aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) pela lei 9.263/1996, que trata dos direitos sexuais e reprodutivos de homens e mulheres adultos, além de jovens e adolescentes com vida sexual, com ou sem parceiros fixos, ofertando métodos contraceptivos eficientes e seguros.

Contraceptível subdérmico - O implante é um bastonete pequeno inserido sob a pele do braço da mulher, que vai atuar como contraceptivo. Sua ação dura por até três anos, sendo fácil de inserir e de remover. Sua eficácia é garantida e maior que a ligadura das trompas uterinas, que o dispositivo intrauterino (DIU) e o anticoncepcional oral.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Fenômeno climático La Niña chega em agosto e também atingirá o litoral de SP

Evento climático é conhecido por resfriar as águas do oceano pacífico

Cotidiano

Carro capota em acidente em cruzamento de Santos; VEJA VÍDEO

Um dos carros não respeitou a sinalização e colidiu com o outro

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter