SV terá micro-ônibus para que moradores possam atravessar a Ponte dos Barreiros

Prefeito afirma que veículos estarão autorizados a atravessar a estrutura e aguarda liberação ainda nesta semana

Comentar
Compartilhar
30 JUN 2020Por Da Reportagem12h10
Ponte dos Barreiros completou sete meses fechada neste dia 30Foto: DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE SÃO VICENTE

A população da área continental de São Vicente poderá se utilizar de micro-ônibus para atravessar a Ponte dos Barreiros assim que ela for reaberta. A informação foi divulgada pelo prefeito Pedro Gouvêa durante esta terça-feira (30). O chefe do Executivo vicentino afirmou ainda que aguarda que a estrutura seja liberada pela Justiça ainda durante a primeira semana de julho, uma vez que o parecer técnico elaborado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) sobre a primeira fase de recuperação da Ponte dos Barreiros recebeu sinalização positiva da instituição.

A informação divulgada pelo prefeito vem dias depois de parte da população vicentina ter se utilizado das redes sociais para criticar as primeiras notícias que afirmavam que apenas carros, motos e outros veículos mais leves poderiam atravessar a Ponte dos Barreiros uma vez que ela tenha sido reaberta.

Na última quinta-feira (25), as autoridades afirmaram que a Ponte dos Barreiros deverá ter ambas as pistas, tanto no sentido área continental, quanto no sentido área insular, à disposição dos motoristas assim que a estrutura for reaberta ao tráfego. Segundo o secretário de Obras Particulares, Elizeu Gonzalez Cação, ainda não há uma data exata para que a reabertura ocorra, mas ele disse acreditar que isso poderia acontecer nas próximas semanas.

O prefeito Pedro Gouvêa retomou o tópico nesta terça-feira e afirmou que a Ponte dos Barreiros pode estar cada vez mais próxima de ser reaberta para o trânsito.

"Falta agora a liberação por parte da Justiça. Ontem (29) mesmo ela solicitou à prefeitura um plano de reabertura e nós entregamos e acreditamos que ainda essa semana teremos autorização para reabrir a ponte", afirmou Pedro Gouvêa.

A liberação do tráfego para veículos de menor porte já é atestada pelo IPT, o qual explica que a estrutura poderá receber o tráfego de veículos de até dois eixos, com peso bruto total de até oito toneladas por eixo e com velocidade limite de 40 km/h, em toda sua extensão de 623 metros, nas duas faixas de tráfego e nos dois sentidos. A notícia de que os ônibus não circulariam deixou parte da população da área continental revoltada, mas o prefeito explica que já trabalha para contornar a situação e oferecer uma solução.

"Há proibição de tráfego para ônibus e caminhões, só micro-ônibus, carros, motos e bicicletas terão permissão para circular. Já entramos em contato com as empresas para que aumentem as frotas de micro-ônibus para atender a população. Nós estaremos fiscalizando e podemos notificar as empresas. Elas vão ter que operar nesse momento difícil", explicou Gouvêa.

A Ponte dos Barreiros deverá ser monitorada por agentes de trânsito e da Guarda Civil Municipal. A ação será realizada para garantir que as normas sejam respeitadas. Ainda de acordo com Pedro Gouvêa, o município já trabalha para dar prosseguimento à segunda fase das obras na Ponte dos Barreiros para que os ônibus de grande porte possam voltar a circular pela estrutura.