São Vicente já comercializa produtos de Natal

Segundo a Associação Comercial de São Vicente, estima-se que o crescimento seja de 10%

Comentar
Compartilhar
31 OUT 2020Por Da Reportagem07h15
A Associação Comercial de São Vicente (ACSV) estima que o crescimento em 2020 seja de 10%. Com dois meses de antecedência, lojas vicentinas já comercializam produtos natalinoSFoto: Divulgação/Prefeitura Municipal de São Vicente

Ainda restam cerca de dois meses para o Natal. Mesmo assim, lojas de São Vicente se anteciparam e já comercializam produtos alusivos à data. Espera-se que, neste ano, apesar da pandemia, as vendas aumentem em comparação com o ano passado.

Conforme a Associação Comercial de São Vicente (ACSV), estima-se que o crescimento, em 2020, seja de 10%. A previsão é baseada em alguns fatores, como o retorno gradual do comércio, o 13º salário e o auxílio emergencial pago pelo Governo Federal.

Tendo em vista este cenário, a gerente Luzia Leal, que trabalha em um estabelecimento localizado na Rua Martim Afonso, no Centro, afirma que antecipou o começo das vendas de itens natalinos. "Começamos no dia 26 de outubro. No ano passado, os artigos só foram colocados (nas prateleiras) em novembro", frisa.

Para potencializar a estratégia, a profissional traz condições especiais para os consumidores. "Estamos fazendo algumas promoções de Natal, para ver se chamamos a clientela".

APOSTA NA TRADIÇÃO.

Já a também gerente Luzia Rosa Ferreira, que atua em uma loja na Rua Frei Gaspar, no Centro, adota um plano de divulgação diferente. Ela acredita que o fato de seu estabelecimento estar situado no mesmo local por cinco anos já é suficiente para garantir a movimentação na loja.

"Temos o costume de abrir as vendas de Natal dois meses antes da data, para os fregueses olharem e conhecerem nosso estoque. Por enquanto, mantemos os valores do ano passado", diz, ressaltando que, futuramente, os preços dos produtos podem ser reajustados.