Rosana Valle recebe dos Correios garantia de agência na Área Continental de SV

Deputada federal informa que nova unidade abre até agosto

Comentar
Compartilhar
01 JUN 2020Por Da Reportagem15h11
Rosana Valle havia cobrado providências nesse sentido, em ofício encaminhado dia 15 de maio ao presidente dos CorreiosFoto: DIVULGAÇÃO

A deputada federal Rosana Valle (PSB) recebeu confirmação do gerente dos Correios, Nivaldo Sales Galvão Júnior, da autorização para a abertura de uma agência na Área Continental de São Vicente, terminando assim com o sacrifício dos moradores, hoje obrigados a retirar encomendas nas agências da parte insular da Cidade, perdendo tempo e dinheiro, e ainda correndo risco em aglomerações nas filas.

Serão duas agências no mesmo local, na Avenida Ulisses Guimarães, no Jardim Rio Branco: uma especializada na retirada de encomendas, chamada ARE, e outra de Despachos de Correspondências. A abertura acontece no máximo até agosto.

A deputada havia cobrado providências nesse sentido, em ofício encaminhado dia 15 de maio ao presidente dos Correios, general Floriano Peixoto Vieira Neto. Na ocasião, ela lembrou da falta de uma agência, em região onde vivem 150 mil pessoas, que tinham que tomar condução extra para retirar encomendas, justamente agora que a entrega de produtos via e-commerce se tornou a única de forma de aquisição de bens diante do fechamento de grande parte do comércio devido à pandemia do novo coronavírus.
 
Os Correios acabam de informar a deputada que foram abertos dois processos, um para uma agência de encomendas e outro para uma de despacho de correspondências. “Os processos vão correr simultaneamente. O que importa é que a população do continente, que já sofre com a questão da interdição da Ponte dos Barreiros, terá atendido um pedido, que chegou a mim pelos moradores e também pelo vereador José Gomes de Moura Irmão, o Castelinho (PSB)”, afirmou a parlamentar.

A agência que existia na Área Continental, na Avenida Angelina Pretti da Silva, 531, no Jardim Irmã Dolores, foi fechada há anos e a Prefeitura vem tentando a reabertura, sem sucesso. A empresa alegava falta de pessoal.       

Rosana Valle lembra que as aglomerações nas cinco agências da parte insular de São Vicente demonstram que o serviço prestado é insuficiente para a população.  

São Vicente tem agências na Praça Primeiro de Maio, 8, Jardim Independência; na Praça Coronel Lopes, sem número, Centro; na Rua Frei Gaspar, 1771, Centro; na Avenida Capitão Luiz Horneaux, 748, e na Avenida Prefeito José Monteiro, 960, Jardim Independência.