X
São Vicente

Prefeitura solicita à Câmara autorização para desconto de 5% em cota única do IPTU

Projeto agora passará por aprovação no Legislativo vicentino; reajuste do imposto também ficou abaixo da inflação

Os munícipes interessados em isenção de IPTU precisam agendar o atendimento no CAC pelos telefones (13) 3579-1316 e (13) 3579-1317 ou por e-mail: [email protected] / Divulgação/PMSV

A Prefeitura Municipal de São Vicente solicitou à Câmara Municipal autorização para aplicar desconto de 5% no carnê de IPTU, em caso de cota única, além do reajuste monetário na base de cálculo do tributo.

Recentemente, a Administração Municipal definiu em 5%, através do Decreto n.º 5673-A, a atualização monetária para 2022 dos impostos, taxas e multas (exceto multas de trânsito) previstos na legislação municipal. A correção se aplica ao IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

A atualização é baseada nas previsões do Código Tributário Municipal. O valor definido está abaixo do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo): até agosto de 2021, o acumulado em 12 meses era de 9,68%.

“Em um cenário econômico inseguro, com o IPCA atingindo mais de 9% no acumulado, decidimos aplicar um reajuste monetário abaixo da inflação, de apenas 5%. Ainda assim, sabemos que a pandemia teve forte impacto na realidade financeira dos munícipes, por isso, o desconto de 5% na cota única também serve como uma ferramenta para aliviar as contas dos contribuintes”, declarou o prefeito Kayo Amado.

Se o projeto for aprovado na Câmara Municipal, a população terá até o dia 7 de janeiro de 2022 para pagar o IPTU com 5% de desconto.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol

Recuperado da covid-19, Carille comanda treino, mas não irá a campo neste sábado

Carille só poderá comandar o Santos no clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21h35, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela terceira rodada do Estadual

Política

Lula celebra fim do caso tríplex e ataca Moro

A juíza Pollyanna Alves, da 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, arquivou o processo contra o ex-presidente em decisão tomada nesta quinta-feira (27). Na ação, o ex-presidente era acusado de lavagem de dinheiro e corrupção

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software