GOVERNO SAUDE

Prefeito celebra aniversário de São Vicente focado na saúde do município

Gouvêa afirma que inauguração do novo Pronto Socorro da cidade poderá facilitar um processo de liberação do Hospital Municipal

Comentar
Compartilhar
21 JAN 2020Por LG Rodrigues18h01
Em meio a crise com a Ponte dos Barreiros, Pedro Gouvêa está focado em entregar nova unidade de saúdeFoto: Nair Bueno/DL

O aniversário de São Vicente, celebrado nesta quarta-feira (22) pode ser um marco não apenas para a cidade e seus moradores, mas também para o começo de uma nova realidade para a saúde público do município. Ao menos é isso que o prefeito Pedro Gouvêa (PMDB) almeja com um planejamento que deve ser o ponta pé inicial para conseguir atenuar as dificuldades vividas pelos vicentinos que precisam encarar filas de horas para conseguir um atendimento básico.

Em entrevista concedida ao Diário do Litoral na última sexta-feira (17), o prefeito afirmou que a inauguração do novo Pronto Socorro da cidade, que promete ser o maior dentre todas as cidades da Baixada Santista, poderá facilitar um processo de liberação do Hospital Municipal para grandes reformas num futuro próximo.

“Nós temos talvez uma das maiores conquistas da cidade: um novo pronto socorro. Nós vamos ter o maior da Baixada Santista, com mais de 3 mil m² e sem nem ao menos um centavo de dinheiro público investido e isso nos possibilita centralizar o atendimento do Pronto Socorro e do hospital”, explica.

Uma vez que o novo equipamento seja inaugurado, Gouvêa explica que, além de desafogar a carência de atendimento, a cidade talvez possa iniciar um processo de reforma no antigo CREI.

“Com este novo PS também teremos a possibilidade de fazer uma grande reforma no hospital modernizando e dando melhores condições de atendimento. Hoje aquele completo tem capacidade para atender 500 pessoas por dia, mas atendemos em torno de 1.200 diariamente. Descentralizando o atendimento, com certeza daremos mais qualidade para o morador, tanto no Pronto Socorro quanto no hospital. Na saúde talvez seja o grande X da questão, porque vai marcar o antes e o depois. E isso só foi possível porque o governo transmite credibilidade”. 

Além de destacar o fato de não ter utilizado recursos públicos para erguer o imóvel em questão, o prefeito também afirma que boa parte da infraestrutura necessária para fazer o PS funcionar desde o primeiro dia já estará pronta no dia em que a faixa de inauguração for cortada pelas autoridades que participarem da cerimônia.

“Na saúde talvez seja o grande X da questão, porque vai marcar o antes e o depois. E isso só foi possível porque o governo transmite credibilidade. Estamos entregando um pronto socorro que só precisaremos mobiliar e colocar os equipamentos, mas ele vem todo preparado para receber tudo isso. Já com rede de gás, com uma estrutura básica toda condicionada para funcionar no mesmo dia. Nossa expectativa é que no primeiro semestre desse ano a gente consiga entregar e já deixar à disposição da população, quero que seja entregue neste primeiro semestre. A gente projeta a entrega para junho. Queremos deixar essa unidade de saúde o mais moderna e confortável possível”.

SEGURANÇA.
Além das novas instalações médicas, o prefeito também afirma que já planeja um esquema especial para zelar pela segurança do novo patrimônio, assim como o daqueles que já se encontram à disposição da população de São Vicente.

“Vamos, também na área de saúde, colocar monitoramento para acompanhar o atendimento do dia a dia e também para tentar conter casos de vandalismos que acontecem durante os finais de semana. Isso é uma forma de inibir esses prejuízos.

Monitoraremos todas as nossas unidades de saúde antigas e temos outras novas também para serem entregues em 2020 assim como outras que serão reformadas. Já está tudo no calendário e obras estão acontecendo”, conclui Gouvêa.