Pessoas em situação de rua montam grande acampamento em viaduto de São Vicente

Prefeitura de São Vicente informa que está reformulando os serviços de atendimento às pessoas em situação de rua

Comentar
Compartilhar
03 MAI 2021Por Da Reportagem14h55
Acampamento montado por pessoas em situação de rua em São Vicente leva preocupação a moradoresAcampamento montado por pessoas em situação de rua em São Vicente leva preocupação a moradoresFoto: Reprodução

Um grande acampamento montado por pessoas em situação de rua na parte inferior do viaduto da Esplanada dos Barreiros, em São Vicente, gera preocupação e transtorno a moradores da região. De acordo com algumas pessoas, a falta de segurança e o barulho gerado pelos ocupantes do acampamento são os maiores problemas. As informações são do portal Costa Norte.

Nas redes sociais, fotos do acampamento começaram a surgir durante o fim de abril e mostram tendas reunidas no viaduto, logo de frente para algumas residências do bairro. Em depoimentos, os moradores afirmam que muitas das pessoas acendem fogueiras durante a madrugada para queimar fios de cobre e gritam de forma incessante, impedindo o sono de quem mora ao lado.

Além da perturbação do sossego, um internauta afirmou que seu sobrinho teve a bicicleta roubada logo após o acampamento ter sido montado e, embora ele não consiga provar a autoria, acredita que os ocupantes do local tenham algum envolvimento com o crime.

EM nota, a prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Assistência Social (Seas), informa que está reformulando os serviços de atendimento às pessoas em situação de rua, com a ampliação e capacitação da equipe e criação de albergue noturno. Além disso, sistematicamente, as equipes de abordagem social são direcionadas aos pontos de maior incidência de pessoas em situação de rua (inclusive no Viaduto da Esplanada dos Barreiros), ofertando os serviços socioassistenciais. Ações como a força-tarefa (com a participação de agentes da Seas, da Guarda Civil Municipal e demais setores municipais), assim como a ampliação das vagas em abrigos, têm o intuito de atender a esses moradores em situação de rua e coibir atos de vandalismo e de furto. Denúncias podem ser feitas à Guarda Civil Municipal, pelo telefone 153.