Governo do SP educacao

Organização da SV Night Run e da Maratona de PG cria ação para servidores da saúde

Mobilização vai levantar recursos, que serão revertidos em insumos para combate ao coronavírus

Comentar
Compartilhar
24 ABR 2020Por Da Reportagem15h30
A mobilização também vai levantar recursos, que serão convertidos em insumos para profissionais da saúde das redes públicas vicentina e de Praia GrandeFoto: Arquivo/Agência Brasil

A organização das provas São Vicente Night Run e Maratona de Praia Grande entrou na luta contra a Covid-19 (novo coronavírus). Ela criou uma campanha, para incentivar a prática esportiva dentro de casa. A mobilização também vai levantar recursos, que serão convertidos em insumos para profissionais da saúde das redes públicas vicentina e de Praia Grande.

As inscrições devem ser feitas no site minhasinscricoes.com.br/evento/UnidosContraoCoronaVirus. Lá, os participantes terão de pagar uma taxa de R$ 19,00. Depois disso, os atletas amadores precisam gravar um vídeo, mostrando a execução de qualquer exercício físico, que poderá ser postado pelos próprios esportistas nas páginas das duas corridas já citadas. As imagens serão postadas nas páginas dos dois eventos nas redes sociais.
 
O "prêmio" para quem cumprir a atividade será uma medalha de alguma das provas de pedestrianismo. O atleta poderá escolher se quer a lembrança da competição de São Vicente ou da disputa praia-grandense.
 
No ato da inscrição, é possível fazer doações em dinheiro. As quantias variam, chegando a R$ 40,00 além da taxa de inscrição. Todo o valor obtido será revertido para a aquisição de itens de segurança para trabalhadores da Saúde, como máscaras em álcool em gel.
 
A previsão é de que a campanha termine em junho, momento em que o Brasil ainda estará enfrentando o pico da doença. As doações devem ser feitas no mesmo mês.
 
UNINDO FORÇAS.
O diretor das provas, Jardel Teti Barros, diz que o momento delicado pelo qual o mundo passa deve ser enfrentado por todos. Por isso, ele entende que os mais diversos segmentos do esporte também devem dar contribuições, principalmente para aqueles que trabalham nos hospitais, ou seja, na linha de frente contra a doença.
 
"Acredito que, como organizadores, precisamos fazer parte da união em prol dos profissionais da saúde, que são nossos grandes guerreiros contra o coronavírus. Somos responsáveis por contribuir nessa luta. No nosso caso, vamos ajudar por meio da campanha que criamos", afirma.
 
Barros também ressalta a importância de as pessoas, dentro de suas residências, não deixarem de lado o cuidado com o corpo. Ele frisa que fazer exercícios, neste momento, ajuda tanto no corpo quanto na mente.
 
"Queremos incentivar a atividade física nos lares. É importante manter a saúde mental e física, usando a criatividade para treinar. Entre outras coisas, é possível correr no quintal, em volta da mesa de jantar, subir degraus... O fundamental é se exercitar", fala.