Crime

Mulher prestes a dar à luz pede táxi, motorista faz o parto e rouba o bebê; hospital nega gravidez 

Deise do Espírito Santo foi deixada em São Vicente; caso é investigado pela Polícia Civil

Da Reportagem

Publicado em 04/05/2022 às 14:00

Atualizado em 04/05/2022 às 18:40

Compartilhe:

Deise do Espírito Santo foi deixada em São Vicente / Reprodução

Uma mulher foi sequestrada por um casal após pegar um táxi para ir até à maternidade, e teve o bebê levado pelos suspeitos. O crime aconteceu em Santo André, região do ABC, na tarde de terça-feira (4), porém Deise do Espírito Santo foi deixada em São Vicente. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Segundo informações, a mulher estava indo para uma consulta quando a bolsa estourou. Ela teria avistado um táxi parado próximo à unidade, e perguntou se estava vago, momento em que o homem aceitou fazer a viagem para o Hospital Cristóvão da Gama.

Em determinado momento do trajeto, o motorista falou que iria parar o carro para abastecer. No entanto, conforme a vítima, o homem apenas desceu do carro e ficou parado, e alguns instantes depois ele retornou para o veículo. Metros a frente, ele parou o carro de novo, e nesse momento uma mulher entrou.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Ainda conforme relatado pela vítima, a mulher era branca, de cabelo preto e com uma tatuagem de cruz acima da sobrancelha. A suspeita teria obrigado Deise a colocar uma venda no rosto, sob ameaça de machuca-la, assim com ao bebê.

Depois disso, a dupla parou o carro no acostamento de uma estrada e iniciou o parto dela. O homem tirou a placenta da vítima e a mulher vestiu a criança. O casal ainda teria limpado a mulher para que ninguém desconfiasse que ela havia acabado de dar à luz. 

Por fim, a dupla mandou a mulher descer do carro sem olhar para trás, caso contrário, matariam ela e o recém-nascido. 

Após ser deixada em São Vicente, Deise caminhou por um tempo até que conseguisse ajuda e ligou para o companheiro, pai da criança.

O homem acionou a Polícia Militar, e uma equipe levou a mulher para o Hospital Municipal de São Vicente. O caso foi registrado como desaparecimento de pessoa, tanto na Delegacia de São Vicente, quanto no 5.º DP de Santo André. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

HOSPITAL NEGA GRAVIDEZ

 

Em nota, a Secretaria de Saúde de São Vicente informa que a paciente apresentou bom estado geral no exame físico. O teste ginecológico revelou discreto sangramento na região vaginal, pouca dilatação do útero e nenhuma laceração.

A equipe da Maternidade Municipal internou a mulher para dar suporte clínico e fazer exames. A paciente teria recusado a internação e, às 21h30, fugiu do local.

Às 21h50, porém, ela retornou e concordou com a internação, passando por nova avaliação. Os exames de sangue apontaram que não havia indícios gravidez ou qualquer dilatação no útero que indicasse o trabalho de parto.

Na manhã desta quarta-feira (4), Deise saiu do Hospital Municipal de São Vicente sem ter alta médica e retornou, junto o namorado, ao Hospital e Maternidade Christóvão da Gama, em Santo André. A mulher não recebeu alta até a atualização desta reportagem.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

São Paulo vence o Grêmio no Morumbis e fica na ponta do G4

Com o resultado, o Tricolor obteve 30 pontos e passou o Bahia no saldo de gols

Variedades

Com 'Fallout', 'The Crown' e 'Xógun', Emmy 2024 divulga seus indicados; veja a lista

'True Detective: Terra Noturna' e 'Sr. & Sra. Smith' também foram indicados nas principais categorias

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter