SAÚDE ANIMAL

Veterinária lista frutas, verduras e legumes que são permitidos e proibidos para pets

A veterinária Anna Carolina Costa, em parceria com o Nosso Hortifruti, listou os produtos que podem ser consumidos por cães e gatos e contou quais são os proibidos

Da Reportagem

Publicado em 12/07/2022 às 18:30

Compartilhe:

Donos de pets têm que tomar cuidado com a alimentação de seus filhos de quatro patas / Divulgação

A preocupação com uma alimentação natural, sem conservantes ou corantes, agora também faz parte do dia a dia de quem tem um cachorro ou gato. Evitar produtos industrializados e dar preferência para opções caseiras é muito simples e vai agradar o paladar do seu pet

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Os nutrientes encontrados em frutas, legumes e até verduras também são importantes para a saúde do seu bichinho. Nas lojas do Nosso Hortifruti, que ficam em Santos, os clientes já procuram os produtos pensando em alimentar os pets de uma maneira mais saudável.  Pensando nisso, o comércio santista, em parceria com a veterinária Anna Carolina Costa, listou o que pode ou não na hora de alimentar seu bichinho. 

De acordo com a veterinária, muitos animais possuem algumas restrições dietéticas, e necessitam de auxílio da alimentação natural. “Legumes e verduras fazem parte da dieta prescrita sempre, além de muitos pets terem o hábito natural de gostarem de comer frutas”.

Entre os alimentos liberados para o consumo dos pets estão a banana, ameixa, morango, chuchu, abóbora, tomate e brócolis. A água de coco também é indicada,  mas precisa ser oferecida de maneira esporádica e nunca pode ser substituída pela água como forma de hidratação.  É importante também evitar caroços ou sementes para não prejudicar os bichinhos.

Alguns tutores estão trocando a ração industrializada pela alimentação natural, mas é importante buscar um veterinário nutricionista para que nenhum nutriente fique em deficiência para o pet. “Muitos animais, às vezes, não se adaptam somente à alimentação natural e ainda mesclam com as rações comerciais. As dietas nesse caso necessitam de um equilíbrio e precisam da avaliação de um profissional”.

A relações públicas Maithe Lobo Lozano, cliente do Nosso Hortifruti Gonzaga, é uma das adeptas à alimentação natural. Mãe do bulldog campeiro Bento, de 4 anos,  ela agrega frutas e água de coco à alimentação do cachorro desde quando ele era filhote.  “Ele ama comer banana, maçã e pera. Pelo menos uma vez ao dia ele come fruta, no café da manhã ou antes de dormir. E ele ama tomar água de coco”, comenta Maithe.

Ainda de acordo com a veterinária Anna Carolina Costa, cebola, cebolinha e carambola estão na lista dos alimentos proibidos.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Conheça a formidável ilha no litoral de SP onde você pode não sair com vida

Acesso ao local é proibido pelo risco constante de "acidentes fatais"

Cotidiano

Confira o resultado da Lotofácil no concurso 3159, nesta sexta (19)

O prêmio é de R$ 1.700.000,00

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter