Venda de ingressos para os desfiles de carnaval começa na segunda-feira

O bilhete custa R$10,00, mesmo valor do ano passado, mas quem doar 1kg de alimento não perecível – exceto sal e açúcar – pagará R$ 5,00

Comentar
Compartilhar
22 JAN 2018Por Da Reportagem13h31
Os desfiles em Santos serão realizados nos próximos dias 2 e 3 na Passsarela Drauzio da CruzFoto: Arquivo DL

Começa segunda-feira (22), às 9h, no Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias), a venda de ingressos para os desfiles das escolas de samba de Santos, a serem realizados nos próximos dias 2 e 3 na Passsarela Drauzio da Cruz. A venda dos ingressos prosseguirá, sem interrupção, até 18h.

O bilhete custa R$10,00, mesmo valor do ano passado, mas quem doar 1kg de alimento não perecível – exceto sal e açúcar – pagará R$ 5,00. Os gêneros serão repassados ao Fundo Social de Solidariedade.

O anúncio foi feito hoje pelo secretário de Turismo Rafael Leal, que, junto à equipe do Departamento de Eventos da Setur, acompanhou o início da montagem da infraestrutura do sambódromo, na Avenida Afonso Schmidt (Areia Branca).

No verso do ingresso, estão especificados itens de acesso proibido no sambódromo: recipientes de vidro, garrafas plásticas e latas de qualquer natureza e tamanho; coolers, isopores e caixas térmicas; guarda-chuvas grandes com ponta; presilhas de metal para cabelo; substâncias tóxicas e fogos de artifício ou artefatos.

Não será permitida, ainda, a entrada de pessoas com papel em rolo de qualquer espécie, jornais e revistas; balões em geral; capacetes; armas de fogo e branca de qualquer tipo e espécie, além de materiais ou objetos que possam causar ferimentos.

Este é o terceiro ano em que os desfiles das escolas ocorrem uma semana antes do carnaval, atendendo à solicitação da Liga Independente Cultural das Escolas de Samba de Santos (Licess).

ORDEM

No dia 2, a partir das 20h, desfilarão as quatro agremiações do grupo de acesso (Mãos Entrelaçadas, Bandeirantes do Saboó, Mocidade Dependente do Samba e Padre Paulo), seguindo-se as integrantes do grupo 1 – Unidos da Baixada, Imperatriz Alvinegra, Império da Vila, Dragões da Castelo e Unidos da Zona Noroeste.

Oito escolas do grupo especial ocuparão o sambódromo no dia 3 – Real Mocidade Santista, União Imperial, Brasil, Sangue Jovem, Mocidade Amazonense, Vila Mathias, Unidos dos Morros e X-9.

MONTAGEM

Já estão sendo montadas as primeiras tendas, que formarão as cinco frisas previstas no projeto para acomodar o público - quatro delas terão capacidade para cerca de 1.200 e a outra, para 1.500 foliões. A frisa é formada por cinco tendas, cada uma com 10m por 10m, conforme explicou o chefe do Departamento de Eventos da Setur, Wellington Lima. Os cinco pavilhões acomodarão por volta de 7 mil pessoas.

Ainda serão instaladas, no início do sambódrono (próximo à Av. Nossa Senhora de Fátima), tendas na área de serviço, destinadas às equipes de Saúde, Guarda Municipal e Bombeiros Civis, entre outras. Este ano, serão montadas seis lanchonetes, a serem exploradas comercialmente por entidades assistenciais ligadas ao Fundo Social de Solidariedade.

Também nesta sexta (19) começou o fechamento de 500 metros lineares do sambódromo com módulos metálicos, que garantirão o isolamento da pista. Ficará isolada, ainda, a área para onde serão transportados os carros alegóricos das escolas de samba, em comboio marcado para o próximo dia 31.

RECUO

Neste sábado (20), está previsto o início da montagem do recuo da bateria, espaço que exige maior atenção, tendo em vista a fixação de backdrop (painel decorado) e do sistema de som.

Ao lado direito do recuo ficará o espaço com acessibilidade, reservado a pessoas com deficiência, com capacidade média para 27 pessoas e respectivos acompanhantes.

O cronograma dos trabalhos, que envolve ainda instalações elétricas e revisão do sistema, e pintura da pista, prossegue até o dia 30, seguindo-se vistoria do Corpo de Bombeiros para liberação do sambódromo e posterior entrega oficial da passarela do samba. A montagem da infraestrutura e do som está a cargo da empresa BRGS Brasil, organizadora de eventos, escolhida mediante licitação.