Secretaria de Saúde de Santos investiga morte de menino de 3 anos após tomar a vacina da febre amarela

A criança não sofria com nenhum tipo de problema de saúde e morreu 8 dias após ser vacinada.

Comentar
Compartilhar
17 MAR 2018Por Da Reportagem21h49
Todos os casos de morte súbita ocorridos até 30 dias após a aplicação da vacina devem ser investigados.Foto: Fotos Públicas/Divulgação

Um menino de 3 anos morreu oito dias após tomar a vacina contra a febre amarela, em Santos. Ele era morador da cidade e, segundo o seu pediatra, não tinha nenhum problema de saúde e não saiu da região nos últimos meses. O caso começou a ser investigado pela Secretaria de Saúde de Santos na última quinta-feira, após a família solicitar ao médico pediatra que fizesse um aprofundamento da causa morte.

A prefeitura de Santos informou que o menino foi vacinado na Policlínica do Gonzaga no último dia 17. No dia 22 ele deu entrada em um pronto-socorro particular também de Santos, com um quadro de febre muito alta. Dali, ele foi transferido para o Hospital Infantil do Gonzaga, sendo encaminhado, posteriormente, para a Santa Casa de Santos, onde permaneceu na UTI até falecer.

No atestado de óbito da criança consta como causa-morte 'lesão encefálica anóxica', que pode ter ocorrido como uma reação à vacina através da inflamação aguda do cérebro.