Santos: TV explica motivo de áudio de Bolsonaro estar mudo em propaganda de candidato

Segundo emissora, problema técnico impediu reprodução do áudio do Presidente da República em vídeo do candidato Ivan Sartori

Comentar
Compartilhar
21 OUT 2020Por Da Reportagem16h20
Trecho que ficou sem áudio mostrava Bolsonaro dando apoio a candidato à Prefeitura de SantosFoto: Reprodução / Facebook

Um problema técnico ocorrido nesta semana deixou um vídeo da propaganda eleitoral gratuita do candidato Ivan Sartori sem áudio. O trecho mudo, em questão, mostrava o Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmando que Sartori gozava de sua preferência para ocupar o cargo máximo no Executivo santista. De acordo com a emissora, a falha aconteceu devido a um dos sinais retransmitidos.

O vídeo do candidato em questão iniciava com o destaque de uma fala do presidente Jair Bolsonaro onde ele afirma que "tem candidato" em Santos, e que ele seria Ivan Sartori. O problema, entretanto, é que toda a fala do chefe do Executivo em Brasília foi cortada, resultando em um vídeo sem áudio.

O fato ocorreu na transmissão realizada pela TV Tribuna e, como explicado em nota, se deve a um dos sinais que foi recebido e retransmitido. Em seu posicionamento, a empresa detalhou o procedimento padrão realizado durante as transmissões da propaganda eleitoral gratuita e o que levou à falta de áudio durante o intervalo reservado para as candidaturas de políticos de Santos.

"Ordinariamente, por extrema cautela, o SAT (Sistema A Tribuna de Comunicação) utiliza três receptores diferentes para captar o sinal do transmissor, no caso, da TV Record. Desta forma, três sinais chegam ao Controle Mestre da emissora (SAT). O SAT estava utilizando o áudio do Canal SAP. A exibição do áudio falhou porque parte do material utilizado pelo PSD, mais especificamente na fala do presidente Bolsonaro, não havia áudio gravado no canal de SAP. Quando os operadores do SAT perceberam que estava sem áudio no ar, comutaram para um outro receptor e normalizaram a exibição. Os outros dois receptores estavam com seus áudios remapeados corretamente. Todos os demais programas exibidos anteriormente foram corretamente transmitidos porque o canal SAP estava preenchido. A Rede Globo determina às suas afiliadas a utilização do canal SAP, com preenchimento obrigatório de áudio. Tanto assim que na petição identificada pelo ID nº 13012915, protocolizada no dia 06 de outubro, o SAT já havia alertado para a necessidade de preenchimento dos canais 3 (SAP L ou PGML) e 4 (SAP R ou PGM R). Embora tecnicamente a falha não seja imputável ao SAT, permanece à disposição para retransmitir a propaganda (que seria do bloco) em dia e horário designados pelo d. Juízo. Fixa, todavia, que caso haja a determinação de retransmissão, o PSD deverá ser previamente intimado a fornecer o programa ao SAT".

O ocorrido não passou despercebido por alguns eleitores de Ivan Sartori, que foram até as redes sociais do candidato fazer um alerta no mesmo dia em que a situação ocorreu.

"Dr Ivan, boa tarde! Estranhamente o áudio da voz do presidente durante o horário eleitoral de hoje (19/10), ficou mudo", escreveu um internauta.