Santos: Mutirão no Embaré elimina 39 focos com larvas de mosquito da dengue

Na próxima quarta-feira (1º), às 9h, a equipe da Seção de Controle de Vetores retorna para concluir o restante do bairro

Comentar
Compartilhar
25 JUN 2020Por Da Reportagem10h40
Além das vistorias, feitas por 65 agentes de combate a endemias, houve entrega de material informativo aos pedestresFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Santos

A primeira etapa do mutirão contra o mosquito Aedes aegypti no Embaré, nesta quarta-feira (24), resultou na eliminação de 39 focos com larvas de mosquito em 1.165 imóveis localizados nas quadras entre a avenida da praia e a Rua Frei Francisco Sampaio.

Na próxima quarta-feira (1º), às 9h, a equipe da Seção de Controle de Vetores retorna para concluir o restante do bairro. Dos 78 casos confirmados de dengue registrados em Santos neste ano, sete são moradores do Embaré. A principal estratégia para evitar que novos casos apareçam é o controle do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus, por meio da eliminação de água parada ou de situações que venham a permitir o seu acúmulo e sirvam, potencialmente, como criadouro.

Além das vistorias, feitas por 65 agentes de combate a endemias, houve entrega de material informativo aos pedestres – tarefa a cargo da equipe de Informação, Educação e Comunicação, da Secretaria de Saúde.

Em 2020, Santos registrou 78 casos de dengue e seis de chikungunya. Neste ano, não houve confirmação de zika entre moradores. O último caso de febre amarela urbana no Brasil ocorreu na década de 1940.