VLI DESKTOP TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Santos encerra primeira semana de julho com mais de 10 mil casos da covid-19

A Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) recebeu 358 notificações, passando o número acumulado de casos de 9.767 para 10.125

Comentar
Compartilhar
06 JUL 2020Por Da Reportagem09h25
Os resultados positivos identificados na Blitz Covid-19, realizada pela Prefeitura de Santos na Região Central e Área Continental, serão incluídos nas estatísticas após conclusão da investigação epidemiológicaFoto: ANDERSON BIANCHI / PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTOS

Neste domingo (05), Santos ultrapassou a marca de 10 mil casos de covid-19 desde o início da pandemia. A Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) recebeu 358 notificações, passando o número acumulado de casos de 9.767 para 10.125 – alta de 3,6% em 24 horas.

Os resultados positivos identificados na Blitz Covid-19, realizada pela Prefeitura de Santos na Região Central e Área Continental, serão incluídos nas estatísticas após conclusão da investigação epidemiológica. Não houve novas confirmações de mortes por decorrência da doença, e outras 13 seguem em investigação. Até o momento, a Cidade contabiliza 380 óbitos de munícipes pela covid-19.

INTERNAÇÕES
Há 340 pessoas com sintomas da covid-19 internadas na rede hospitalar de Santos. São 175 moradoras de Santos (51,5%) e 165 de outras cidades (48,5%). A taxa de ocupação geral dos 851 leitos disponíveis nos hospitais públicos e privados é de 40%.

Entre os internados, 158 estão em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), destinados aos casos mais graves, sendo 85 deles moradores de outras cidades (53,8%) e 73 de Santos (46,2%). A taxa de ocupação dos 324 leitos de UTI é de 49%. Na rede privada, a taxa é de 69% e, no SUS, de 33%. Nos leitos de UTI para adultos, a ocupação é de 51% e, nos leitos de UTI de pediatria (até 13 anos), de 24%. Mais informações na plataforma Monitoramento Santos Covid-19 .

 

Números relativos a moradores de Santos:

Casos confirmados: 10.125
Suspeitos: 465
Internações: 175 (73 em UTIs)
Recuperados: 5.915 (646 hospitalares)
Óbitos (confirmados): 380 (13 em investigação)
Testes rápidos: 70.610
Testes PCR: 19.200