Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas espera aumento nas vendas de Dia dos Pais

Segundo a instituição, o Dia dos Pais é quinta data mais rentável para o comércio

Comentar
Compartilhar
05 AGO 2020Por Da Reportagem21h20
Embora espere um crescimento tímido, os presentes com valores até R$ 200 podem ser os mais procurados nas prateleirasFoto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas está otimista para as vendas do Dia nos Pais deste ano. Mesmo com a pandemia e a queda no consumo devido às altas taxas de desemprego durante o isolamento social, ele espera um crescimento de 5% a 7% nas vendas.

Segundo a instituição, o Dia dos Pais é quinta data mais rentável para o comércio, gerando expectativa entre os lojistas. Mesmo em um período atípico como o de pandemia, com horários reduzidos e consumidores receosos, o setor está otimista.

Embora espere um crescimento tímido, os presentes com valores até R$ 200 podem ser os mais procurados nas prateleiras. O Presidente da CDL Santos - Praia, Nicolau Obeidi, acredita que as pessoas não deixarão de comprar mas optarão por itens mais baratos.

“Produtos importados, por exemplo, não devem ser os mais buscados. Estamos em um momento de muita instabilidade, em que um presente mais simples terá um grande valor sentimental”, afirma.

Ele espera um crescimento de 5% a 7% nas vendas, por se tratar da primeira celebração em que o comércio está de portas abertas, permitido apenas da fase amarela em diante pelo Plano São Paulo.

Roupas e calçados levam a preferência dos consumidores mas eletrônicos, informática e utilidades com preços mais acessíveis ou parcelamentos vantajosos também se tornam uma opção para a data. Já os comerciantes que investiram no e-commerce são beneficiados pela praticidade e variedade mas perdem nas vendas de última hora, as chamadas compras por impulso.