Prefeitura entrega materiais e cadastra famílias vítimas do incêndio no Caminho São Sebastião

Até o momento, a Secretaria de Assistência Social (Seas) cadastrou 280 pessoas que se declararam moradoras da área

Comentar
Compartilhar
09 JAN 2018Por Da Reportagem13h12
Até o momento, a Secretaria de Assistência Social (Seas) cadastrou 280 pessoas que se declararam moradoras da área estimada em 3,6 mil metros quadrados destruída pelas chamas (entre 60 e 80 moradias)Foto: Rodrigo Montaldi/DL

Famílias atingidas pelo incêndio no Caminho São Sebastião, ocorrido na sexta-feira à tarde, continuam sendo atendidas pela Prefeitura no Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Rádio Clube e Centro da Juventude (Cejuv).

Até o momento, a Secretaria de Assistência Social (Seas) cadastrou 280 pessoas que se declararam moradoras da área estimada em 3,6 mil metros quadrados destruída pelas chamas (entre 60 e 80 moradias).

Para o Cras, são encaminhadas as pessoas ainda não inscritas no CadÚnico (calendariobolsafamilia2017.org/cadunico/), do Governo Federal. “Estamos inserindo-as no CadÚnico para que possam ser beneficiadas por programas sociais, como ações de transferência de renda, auxílio gás etc.”, explicou o secretário em exercício da Assistência Social, Humberto ­Martinez.

No Cejuv, já foram entregues às vítimas 90 cestas básicas, mais de 100 colchões, kits de higiene pessoal, roupas, lençóis e toalhas.

Humberto explica que há insumos suficientes para atender a todos. Mesmo assim, quem quiser pode encaminhar doações ao Fundo Social de Solidariedade (FSS), localizado na Avenida Conselheiro Nébias, 388.