X

Santos

Novo monumento dos tambores ganha iluminação especial em Santos

Agora em fibra de vidro, a peça escultórica está a poucos metros da via Haroldo de Camargo, onde se encontrava desde janeiro de 1968

Da Reportagem

Publicado em 22/07/2023 às 19:08

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A iluminação cênica de cada tambor é composta por uma luminária com 10 Watts de potência / Divulgação/PMS

Já está reposicionado e com iluminação especial o Marco Rodoviário Santos-São Vicente, mais conhecido como monumento dos tambores, transferido para o canteiro central da Avenida Nossa Senhora de Fátima, no cruzamento com a Francisco da Costa Pires, no bairro Areia Branca, Zona Noroeste de Santos.

Agora em fibra de vidro, a peça escultórica, com cerca de oito metros de altura, um de largura e um de profundidade, está a poucos metros da via Haroldo de Camargo, onde se encontrava desde janeiro de 1968. Originalmente, ela foi confeccionada em concreto e 22 tambores vazios de óleo, de aço galvanizado, sem fundo e tampo, dispostos de forma a indicar os quatro pontos cardeais e a direção Santos-São Vicente.

A iluminação cênica de cada tambor é composta por uma luminária com 10 Watts de potência, com sistema RGB, ou seja, com variação de cores conforme a programação. RGB significa as iniciais das cores vermelho, verde e azul em inglês (red, green e blue), que se combinam para produzir inúmeras outras tonalidades.

SEGURANÇA

A mudança do marco permitiu adequações na confluência das avenidas Nossa Senhora de Fátima e Haroldo de Camargo, mas sem alterar as características do local, que manteve o mesmo campo de visão para os munícipes de Santos e São Vicente e hoje oferece mais fluidez e segurança para o trânsito de veículos e de bicicletas nas três vias.

O projeto da Seserp (Secretaria de Serviços Públicos) se completará com a remoção da ilha onde estava posicionado o marco original, interligação das ciclovias de Santos e São Vicente, e o reposicionamento da sinalização semafórica.

MELHORIAS VIÁRIAS

O marco encontrava-se no canteiro central da Avenida Nossa Senhora de Fátima, dividindo a ciclovia, o que potencializava o risco de acidentes.

Responsáveis pelo projeto do marco, que faz referência a Santos como porto petrolífero e representa também o polo industrial da Alemoa, à era das estruturas de cimento armado e ao predomínio das rodovias como meio de transporte, os escultores Ubirajara Ribeiro e Walter Maffei foram consultados e autorizaram a transferência.

Os benefícios da readequação também se estendem ao fluxo viário da Avenida Antônio Emmerich, em São Vicente, que se liga à Avenida Nossa Senhora de Fátima.

De acordo com o engenheiro Nilson, responsável pela supervisão das obras, como as pistas não são alinhadas, o que se reflete na ciclovia das duas cidades, o reposicionamento do marco rodoviário solucionou problemas de tráfego no cruzamento e garante melhorias para a circulação mais segura de bicicletas.

O projeto de adequação viária envolve a fresa (retirada do asfalto antigo) em 920,78m²; construção de 153,54m² de calçadas, 119,44m de guia, 67,13m² de sarjeta e 11m² de rampas; instalação de 12,50m² de piso tátil de alerta e 6,50m² de grama.

As obras, a serem concluídas este semestre, estão a cargo da empreiteira PGV Terraplenagem Ltda., vencedora da concorrência pública, e representam um investimento é de R$ 836.497,56, custeados pelo Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), programa do governo federal, via Caixa Econômica, destinado a municípios, estados e ao Distrito Federal.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cubatão

Quarta etapa do circuito de rua acontece neste domingo; veja percurso

Modelo do 'Circuito Cubatense 7 Km de Corrida de Rua' é único na Região, composto por 10 etapas que seguem até o fim do ano

Itanhaém

Tradicional Festa de Santo Antônio é atração em Itanhaém; veja programação e cardápio

Tradicional festa junina, que vai até dia 30 deste mês, conta com shows, comidas e bebidas típicas, no Belas Artes

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter