X

Santos

Nova iluminação já beneficia 11 vias de corredores de ônibus nos morros e ZN de Santos

Os serviços, a cargo da empresa Quantum Engenharia, representam um investimento de R$ 742.356,05

Da Reportagem

Publicado em 31/01/2024 às 07:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Iniciado no final de dezembro, o programa envolve a substituição, por luminárias com tecnologia LED, de luz branca, em 440 pontos / Divulgação/PMS

O trânsito nos corredores de ônibus de sete vias do Morro da Nova Cintra, três do Morro São Bento e uma da Areia Branca já está mais seguro para motoristas, passageiros e pedestres, com a modernização da iluminação pública promovida pela Prefeitura de Santos, que beneficiará 25 localidades no total.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Iniciado no final de dezembro, o programa envolve a substituição, por luminárias com tecnologia LED, de luz branca, em 440 pontos, das lâmpadas de vapor de sódio, que oferecem iluminação amarelada.

Já foram beneficiadas a Avenida Brasil, Alameda Prefeito José Gomes; ruas José Oséas Barbosa, Moysés de Freitas, Manoel Garcia Vilarinho, Amália Rodrigues e José Felix da Silva (Morro da Nova Cintra), além de Santo Antônio do Valongo, São Roque e 17 (Morro São Bento) e da Francisco De Domenico (Areia Branca).

Serão atendidas também a Avenida Santista, Praça Guadalajara e as ruas Guilherme Russo, Torquato Dias, Paulo Clemente Santini, Manoel Pereira e Doutor Marildo Espíndola Domingues (Morro da Nova Cintra); São Cristóvão, Assunção de Nossa Senhora e Nossa Senhora do Monte Serrat (Morro São Bento); Albino dos Santos (Vila Progresso); Rubião Jr. (Centro), Boris Kauffmann e Ana Santos (Chico de Paula).

EFICIÊNCIA 

“Com a substituição por luminárias de LED, os corredores de ônibus ganham 50% a mais de eficiência na iluminação”, comentou o engenheiro eletricista Paulo Aguina, da Seserp (Secretaria de Serviços Públicos). Ele calcula que a troca garantirá, ainda, uma economia da ordem de 30% para os cofres públicos.

Por oferecer luz branca, a tecnologia LED - que não utiliza o termo lâmpada, mas sim luminária - garante mais segurança ao permitir melhor visualização e definição de cores, e facilitar a supervisão por parte das câmeras de monitoramento.

“Além disso, as unidades de LED exigem menos manutenção, possuem vida útil de até 100 mil horas e contam com distribuição fotoluminotécnica de maior qualidade, o que beneficia o campo de visão tanto do pedestre como do motorista”, frisou. 

Aguina destacou ainda que o meio ambiente também é beneficiado com as luminárias de LED, pois são sustentáveis e conseguem reduzir a emissão de dióxido de carbono na atmosfera.

MELHORIA

Na Alameda Prefeito José Gomes, foram instaladas 26 luminárias de LED de 225 Watts de potência, e nas ruas Moysés de Freitas, José Oséas Barbosa e Manoel Garcia Villarinho, 10, 8 e 6 luminárias de 121W, respectivamente.

Também com luminária dessa potência, na Avenida Brasil e nas ruas Amália Rodrigues, São Roque, 17 e José Félix da Silva houve a substituição, respectivamente, de 35, 15, 14, 6 e 4 luminárias. Já na Francisco De Domenico, onde o serviço começou no último dia 15, já foram trocadas 15 das 50 previstas, todas de 187W, e a Santo Antônio do Valongo ganhou, dia 16, quatro luminárias, das 37 de 121W, definidas no projeto.

PROJETO 

O projeto da Administração atenderá também à Avenida Santista, à Praça Guadalajara e às ruas Torquato Dias, Paulo Clemente Santini, Manoel Pereira e Guilherme Russo que ganharão, respectivamente, 40, 13, 25, 8, 6 e 31 luminárias de LED de 159W.

A Avenida São Cristóvão terá 24 luminárias e as ruas Nossa Senhora do Monte Serrat, Albino dos Santos, e Dr. Marildo Espíndola Domingo, 30, 12 e 2, todas de 121W.

Com essa mesma potência, as ruas Nossa Senhora da Assunção e Rubião Jr. receberão, cada uma, três luminárias de LED. Já a Boris Kauffmann e a Ana Santos, 19 e 13, respectivamente, de 187W.
Ao todo, serão substituídas 26 luminárias de 225W, 82 de 187W, 123 de 159W e 209 de 121W.

INVESTIMENTO

Os serviços, a cargo da empresa Quantum Engenharia, representam um investimento de R$ 742.356,05, custeados pelo PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento), para melhorias na mobilidade de cidades médias, e pelo Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte) – corredores de ônibus, ambos do governo federal.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Sindicato decide adiar greve do Metrô de SP e linhas funcionam normalmente

Segundo eles, parte das reivindicações da categoria foram atendidas

Cotidiano

Confira o resultado do Timemania no concurso 2095, nesta terça (21)

O prêmio é de R$ 2.500.000,00

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter