X
Cotidiano

Mutirão elimina 61 focos com larvas de mosquito em dois bairros de Santos

Todo lugar que acumula o mínimo de água pode se transformar em criadouro

Mutirão elimina 61 focos com larvas de mosquito em dois bairros de Santos (1) / Foto: Prefeitura de Santos

O 16º Mutirão de Combate ao Aedes aegypti deste ano, realizado nesta quarta-feira (11) no Bom Retiro e no Santa Maria, em Santos,  resultou na eliminação de 61 focos com larvas de mosquito. A ação contou com 68 agentes de combate a endemias da Secretaria de Saúde, que visitaram 1.940 imóveis.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Os focos com larvas foram encontrados em lonas, pneus, piscina desmontável, regadores, baldes, ralos, pratinhos e vasos de plantas. Todo lugar que acumula o mínimo de água pode se transformar em criadouro. A cooperação dos munícipes é fundamental para impedir a evolução das larvas e, assim, diminuir a infestação de mosquitos. 

A Terracom participou da ação recolhendo materiais inservíveis que são potenciais criadouros. O grupo de Informação, Educação e Comunicação (IEC) orientou a população, com entrega de material educativo, na feira livre do Santa Maria.

O Aedes aegypti é o mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana. Em 2022, Santos registra 51 casos de dengue e 35 casos de chikungunya. Apenas nos 16 mutirões realizados neste ano foram eliminados 1.106 focos com larvas de mosquito.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

POLÍTICA

Entrevista: Príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança quer 'Constituição Libertadora'

Luiz Philippe de Orleans e Bragança, descendente de D. Pedro I, conversou com o Diário do Litoral sobre seu novo livro

DECISÃO

Em Guarujá, prefeita em exercício veta quadriciclos na praia

Adriana seguiu recomendação dos órgãos ambientais que alertaram sobre os perigos da proposta

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software