Museu do Café comemora 23 anos com atrações on-line

Também este mês, o equipamento promove, dia 8, bate-papo no Youtube, celebrando a passagem do Dia Internacional da Mulher

Comentar
Compartilhar
07 MAR 2021Por Da Reportagem16h07
Museu é principal referência na preservação da história e da cultura do grão no BrasilMuseu é principal referência na preservação da história e da cultura do grão no BrasilFoto: Francisco Arrais/PMS

Principal referência na preservação da história e cultura do grão no Brasil e uma das mais importantes atrações turístico-culturais de Santos, o Museu do Café também fecha as portas até o dia 19, atendendo às exigências do Plano São Paulo, mas mantém - agora somente on-line - a programação de seus 23 anos, a serem comemorados no próximo dia 12.

Também este mês, o equipamento promove, dia 8, bate-papo no Youtube, celebrando a passagem do Dia Internacional da Mulher.

A live ‘Conhecendo os Calixtos’ abre o roteiro de aniversário, dia 12, às 10h, quando a educadora Gabriela Andrade entrará ao vivo no Instagram do Museu para oferecer um tour especial ao público em casa. Nesse passeio, o foco será o trabalho do artista Benedicto Calixto, que compõe o imponente Salão do Pregão, espaço onde eram realizadas as negociações envolvendo a cotação do grão.

Ainda na lista de atrações, a ‘Dica do Barista’ será realizada de forma itinerante, com os especialistas da casa transmitindo lives pelas contas de três pontos turísticos e levando orientações sobre o preparo do café. Sempre às 14h, a ação será veiculada dia 12 pelo instagram do Orquidário (@orquidariosantos); no dia seguinte, no facebook da Pinacoteca Benedicto Calixto, e, no dia 14, os profissionais ensinarão segredos para o preparo da bebida no instagram da FeiraCriativa Villarejo Art.

DIA DA MULHER

O Museu do Café programou para o dia 8 uma live no Youtube em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. A atividade, realizada em parceria com o Museu da Imigração (MI), visa estimular a reflexão sobre questões de gênero, um dos eixos centrais para as ações de ambas as instituições este ano.

A conversa contará com a participação da professora doutora Maria Izilda Santos de Matos e da pesquisadora Angélica Beghini, do MI. A mediação estará a cargo do historiador do Museu do Café Bruno Bortoloto. Como pauta, os convidados abordarão o uso de fontes para o estudo migratório e do café, assim como a presença das mulheres nos acervos dos dois patrimônios.

O MUSEU

O Museu do Café ocupa as instalações do antigo prédio da Bolsa Oficial de Café, inaugurado em 1922 como parte das comemorações do centenário da independência do Brasil. A construção tornou-se um dos símbolos maiores da riqueza dos negócios do café e um dos cartões-postais mais conhecidos de Santos. O edifício foi construído para centralizar, organizar e controlar as operações cafeeiras.