Cotidiano

Mostra de arte e cortejo levam música e cultura afro ao Centro de Santos

A maioria das atividades são gratuitas e abertas ao público

Da Reportagem

Publicado em 31/03/2022 às 12:45

Compartilhe:

Mostra de arte e cortejo levam música e cultura afro ao Centro de Santos / Divulgação/ Prefeitura de Santos

O conjunto Maracatu Quiloa realiza a tradicional Mostra de Arte no Centro de Santos a partir desta quarta-feira (30), e o 17º Cortejo Quiloa se apresenta na Praça Mauá no próximo domingo (3). A programação, que conta com muita música e cultura afro, é dedicada às vítimas da covid-19 e ao período em que os tambores se mantiveram em silêncio em razão da pandemia, refletindo sobre a 'cura', a arte e a cultura.

A maioria das atividades são gratuitas e abertas ao público. Apenas o show do coletivo Batucada Tamarindo é pago. A apresentação será no próximo sábado (2), a partir das 20h, no Teatro do Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida). Os ingressos devem ser adquiridos na bilheteria do local ou no Portal Sesc SP.

O evento, realizado há 17 anos na Cidade, é uma iniciativa da Associação Cultural Quiloa, com apoio da Prefeitura de Santos e Sesc Santos, e ainda conta com a parceria de artistas e colaboradores do grupo Maracatu Quiloa.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

PROGRAMAÇÃO:

QUARTA-FEIRA (30)

19h – Intercâmbio Quiloa: o Afro Ketu Quiloa Maracatu recebe os integrantes do Balé Folclórico do Guarujá Afro Ketu para um intercâmbio cultural no qual compartilham um pouco da história dos fundamentos e da essência do maracatu.

19h30 - Último ensaio geral do Maracatu Quiloa antes do Cortejo 

Local: Rua General Câmara, nº 102, no Centro

QUINTA-FEIRA (31)

19h30 - Apresentação do Livro "12 anos de UNEafro Brasil" com participação do ativista social e membro da UNEafro Douglas Belchior e do ex-secretário adjunto para promoção da igualdade racial Douglas Martins. A ação ainda conta com apresentação musical da DJ Dani Castor - intervenção de bolso da Esquerdantina.

Local: Rua General Câmara, nº 102, no Centro

SEXTA-FEIRA (1º)

19h - Show do grupo de samba de terreiro Firma o Ponto e do coletivo de DJ's Zimba - A Festa, enaltecendo e potencializando a negritude e as religiões de matriz africana.

Local: Rua Marquês de Herval, nº 33, no Valongo

SÁBADO (2)

14h - 'Atotô: o senhor da cura está na Terra' - vivência sobre o orixá Obaluaê da culinária a dança com a cofundadora do "Coletivo Identidades Negras" e aprendiz de cultura africana e afro-brasileira Cinthia Tescare e a coordenadora de Dança do Maracatu Quiloa e cofundadora do "Coletivo Identidades Negras" Vanessa Rego.

Local: Avenida Mário Covas, nº 2.414, no Estuário

20h – Show do coletivo Batucada Tamarindo, que traz a musicalidade fundamentada nas manifestações negras e brasileiras oriundas dos terreiros

Local: Teatro do Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida)

DOMINGO (3) 

A partir das 16h - 17º Cortejo Quiloa, com apresentações da DJ Dani Castor, que traz a fusão de ritmos como samba, sambalanço, funk-soul, bossa-nova, maracatu, entre outros; Afro Ketu, que performa dança e percussão; DJ Silvio Luiz, com axé music, samba reggae, MPB e brega; Filpo e a Feira, que traz releituras de canções de artistas consagrados como Jackson do Pandeiro, Dominguinhos, Zé Ramalho e Alceu Valença; Maracatu Quiloa, com composições autorais que buscam narrar a trajetória do maracatu santista, contar as relações com seu território e as nações pernambucanas.

Local: Praça Mauá (Centro Histórico)

MARACATU QUILOA

Fundado em 5 de outubro de 2003, em Santos, o Maracatu Quiloa dedica-se à difusão e propagação da cultura do baque virado e das tradições de matriz africana. Ao longo de quase duas décadas, realiza projetos culturais, cursos e oficinas, com foco na percussão e dança, além de produzir o "Cortejo" e a "Mostra de Arte", eventos já tradicionais na Cidade de Santos que contam com diversas manifestações da cultura popular.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Veja quais foram os bairros com mais roubos de celular em Praia Grande; confira

Dados foram coletados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo

Cotidiano

Free Flow registra mil motoristas irregulares por dia; sistema atende Litoral de SP

Pesquisa foi feita em uma região que já opera com o novo modelo de pedágio

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter