Mais de 1.200 moradores da Baixada Santista têm sintomas de coronavírus

Casos suspeitos têm alta e Região já conta com 129 casos confirmados

Comentar
Compartilhar
06 ABR 2020Por Da Reportagem12h25
Entre sábado (4) e esta segunda-feira, o número de pessoas doentes subiu em 25Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

A Baixada Santista chegou nesta segunda-feira (6) a 129 casos confirmados de coronavírus e se aproxima de ao menos 1.200 casos suspeitos da doença. As informações partem de secretarias municipais de saúde de todos os nove município da Baixada Santista e que se encontram em quarentena desde a segunda quinzena de março.

Até o momento, Santos lidera o número de casos confirmados com 104 pessoas detectadas com o vírus e quatro óbitos em decorrência da patologia que já causou mais de 11 mil mortes em todo o planeta. Praia Grande vem na sequência com dez casos confirmados e três falecimentos devido ao vírus.

Nenhuma outra cidade da Região confirma mortes no momento, mas São Vicente acompanha cinco pacientes doentes, mesmo número de Guarujá. Itanhaém possui neste momento três moradores que contraíram o coronavírus e Cubatão tem ciência de dois casos confirmados.

Entre sábado (4) e esta segunda-feira, o número de pessoas doentes subiu em 25. Ao todo, 1.154 pessoas aguardam resultados de exames enquanto apresentam sintomas compatíveis com o do coronavírus. Santos é novamente líder no número de suspeitos, com 409 pessoas em algum nível de isolamento. Guarujá possui 231 pessoas com algum tipo de sintoma da patologia.

Na sequência, vêm Praia Grande (200), São Vicente (102), Peruíbe (63), Bertioga (53), Cubatão (50), Itanhaém (31) e Mongaguá (15).