Liderança partidária almeja ensinar política a futuros candidatos e interessados

Curso viria com o objetivo de formar pessoas e ensinar diferenças de atuação nas esferas do governo brasileiro

Comentar
Compartilhar
18 JAN 2021Por Da Reportagem19h04
Projeto quer ensinar trabalho de políticos que trabalham diariamente nas CâmarasFoto: André Bueno/CMSP

A nova liderança do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) em Santos almeja conceber dois projetos que têm como objetivo educar os interessados sobre a política e suas incubências. Apesar de ainda não existir uma data para que estas 'escolas da política' se materializem, a legenda já começou a montagem de suas equipes para tirar as ideias do papel.

O primeiro projeto deverá ter apoio da deputada estadual Adriana Borgo (PROS) e deverá se chamar de 'PROSseguir', que será uma escola de capacitação política para aqueles interessados em ingressar na vida pública, seja como candidato ou assessor. O objetivo é mostrar como as coisas funcionam, o que faz um vereador, um deputado, um senador, a competência do Poder Executivo e Legislativo.

Já o segundo projeto é o 'Vereadores Sem Mandato', que usa os filiados do partido como membros ativos na colaboração do levantamento das necessidades da cidade, auxiliando assim o Poder Executivo a resolver eventuais problemas.

"A proposta é formar políticos, primeiramente, deixando claro a diferença entre política e políticos. São coisas diferentes, política, todos nós fazemos diariamente, políticos servem a população, são representantes do povo. O PROS Santos quer mostrar que todos podem participar e a participação é muito importante, não adianta debater politica em mesa de bar, criticar ou defender governos, de que vale se não participarmos? Se não estamos felizes com a politica atual, não devemos terceirizar as mudanças, mas sim tentar fazê-las", afirma Jose Augusto Junior, recém empossado presidente da legenda em Santos.