SABESP AGOSTO DESK TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Jovem de 15 anos lança livro de poesias na Prefeitura de Santos

'Avoa' foi o nome escolhido para o primeiro livro de poesias de Michelle dos Santos Souza, 15 anos

Comentar
Compartilhar
11 MAR 2020Por Da Reportagem14h35
O livro tem 55 páginas e foi custeado por iniciativa de empresários, com impressão da editora Realejo LivrosFoto: Anderson Bianchi / Prefeitura Municipal de Santos

“Avoa” foi o nome escolhido para o primeiro livro de poesias de Michelle dos Santos Souza, 15 anos, ex-aluna da escola municipal Dr. José da Costa e Silva Sobrinho, no Piratininga.

O lançamento aconteceu no Paço Municipal nesta terça (10), na presença de autoridades, familiares e de 50 alunos da escola. A publicação contém poesias autorais com temas como feminismo, racismo e empoderamento. Atualmente, Michelle cursa o ensino médio em um colégio estadual.

O livro tem 55 páginas e foi custeado por iniciativa de empresários, com impressão da editora Realejo Livros. Foram confeccionados 500 exemplares, sendo 300 entregues para a autora, e o restante distribuído nas bibliotecas de escolas municipais e também aos colegas presentes à cerimônia de lançamento (conheça, abaixo, uma das poesias).

DIFERENCIADA
A jovem, que mora na ‘Vila dos Criadores’, no bairro Alemoa, chamou a atenção em um evento promovido pela Secretaria de Educação, em 2019. “Fui escolhida para representar todos os alunos municipais durante a cerimônia de abertura da Semana da Educação do ano passado. Aproveitei e comentei, lá no microfone, que eu estava vendendo alguns fanzines no final do evento. A partir daí, muitas pessoas me incentivaram a juntar minhas poesias em uma publicação”.

Para o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, Michelle representa todos os alunos das escolas da Cidade. “Quando fui àquele evento e vi a desenvoltura da Michelle, seu potencial e talento, percebi que ela simboliza o que nós temos em toda rede municipal de ensino. Cada um dos alunos tem a sua vocação, talento e qualidades. O que as pessoas precisam para se desenvolver é de oportunidade. Aqui, muitas pessoas proporcionaram essa oportunidade para que o dia de hoje se tornasse realidade”.

Para Michelle, o sonho de escrever a acompanha desde criança. “Se tivessem me contato que aos 15 anos eu teria meu primeiro livro, eu não acreditaria. Desde pequena eu tive o sonho de escrever, mas sempre tive o pensamento que isso iria demorar, iria acontecer quando eu fosse adulta ou terminasse a faculdade. Percebi que, meu sonho, posso construir agora”.

Professora na escola, Luisa Paula Ferreira de Mendonça iniciou o movimento do Slam na unidade, que consiste em uma batalha de poesias faladas. Foi nesse local que Michelle se destacou. “Ela sempre foi uma pessoa diferenciada. É uma líder nata, extremamente organizada e justa. O que ela conseguiu, foi graças ao que ela semeou. O Slam veio para somar na vida dela, deu coragem para ela acreditar, querer e conseguir”.

AVOA
A escolha do nome veio por uma questão vivida na pele. “Muitas pessoas me encorajaram dizendo ‘Avoa, menina’. Me sinto um pouco como uma borboleta, passei anos em um casulo, por ter sofrido bullying. Depois que iniciei com as poesias, fui me abrindo, a libertação de uma borboleta de um casulo representa essa minha nova fase”.

COMO ADQUIRIR?
Michelle ainda não planejou como irá fazer a distribuição dos exemplares nas livrarias da Cidade. “Estou pensando como vou fazer para vender. Quem se interessar, pode me mandar um recado pelo Instagram @minmiih”.

POESIA “PALAVRAS DE MÃE”
Só eu vi o quanto você sofreu

Só eu vi o quanto você pensou nos outros

E deixou sua felicidade de lado

Só eu vi o quanto te fizeram de capacho

Você cresceu e agora, rá!

Filha minha não abaixa a cabeça

E nem se ajoelha pra macho com o ego quebrado

Você é mais forte do que pensa

E isso já se tornou um fato!