Prefeitura Santos
Prefeitura Santos Mobile

Isolamento segue, mas prefeitos estudam reunião para debater volta gradativa do comércio

Nova reunião entre os nove chefes dos municípios foi realizada durante esta terça-feira

Comentar
Compartilhar
31 MAR 2020Por LG Rodrigues12h05
Prefeitos devem realizar novas reuniões durante abril para estudar evolução de casos na RegiãoFoto: Nair Bueno/Diário do Litoral

Os nove prefeitos dos municípios da Baixada Santista decidiram, durante a manhã desta terça-feira (31), manter o isolamento que já ocorre há duas semanas em toda a Região. Apesar disso, os administradores afirmaram que já estudam promover um encontro, para o próximo sábado (4), entre prefeitos, associações comerciais e sindicatos para criar um diálogo com o objetivo de conceber um plano regional para preparar o retorno gradativo dos estabelecimentos comerciais, trabalhando de forma escalonada e gradual.

A princípio, esse encontro entre poder público e comerciantes deverá ser feito apenas depois que uma avaliação sobre os casos de doença for efetuada. A princípio, a Baixada Santista deve acompanhar as determinações do Governo do Estado e manterá a quarentena da mesma maneira como ela vem ocorrendo até o próximo dia 7 de abril.

As decisões foram tomadas na manhã desta terça-feira, após vídeo conferência que contou com a presença de todos os prefeitos que fazem parte do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista (Condesb).

Durante o debate, os prefeitos também decidiram definir outras medidas como passar a trabalhar em conjunto na hora de adquirir insumos da saúde. A ideia foi concebida com o objetivo de ganhar escala e reduzir custos. As prefeituras também solicitaram maior rapidez do Estado nos exames do PCR para possível detecção do coronavírus.

Na área da educação, devido à interligação das redes municipais, com profissionais trabalhando em mais de uma cidade, será estudado em nível regional, um calendário único para os municípios, a partir das definições em nível Estadual e Federal.

Os nove municípios também decidiram por mapear as demandas regionais para estruturação completa dos leitos hospitalares em implantação, para que as cidades tenham todos os insumos e equipamentos necessários, como de respiradores, produto em falta no mercado. Os prefeitos também solicitam transparência dos dados e mais apoio do Estado e da União no combate à doença e apoio ao isolamento dos moradores durante a quarentena.

NÚMEROS.
Atualmente, apenas a cidade de Santos conta com mais de 280 casos suspeitos notificados de coronavírus e já confirmou, por exames, pelo menos 30 ao mesmo tempo em que investiga mais de cinco mortes. Praia Grande já registrou dois óbitos pelo covid-19 e mais de 100 pessoas estão internadas em hospitais de toda a Baixada Santista recebendo tratamento intensivo. Ao todo, a Região já acumula quase 900 suspeitas