X
BOM SINAL

Hospital de campanha em Santos tem menor número de internados da pandemia

O maior número de internações simultâneas no local, 85,  foi registrado no dia 5 de abril de 2021

O baixo índice de internados atualmente no Hospital Vitória também é observado em toda a rede de saúde do município de Santos / Divulgação

O Hospital de Campanha Vitória, em Santos, registra o menor índice de pacientes desde a sua abertura em maio de 2020: de 1º a 20 deste mês, a média é de 11 internados/dia pela covid-19. O pico de internações no local ocorreu em abril deste ano, com média de 74 pacientes/dia (1º/4 a 20/4), impactado pelo início da circulação de variantes do coronavírus em meados de março, que afetou especialmente pessoas mais jovens e economicamente ativas.

Nesta quinta-feira (21), o Hospital Vitória atendia nove pacientes. O maior número de internações simultâneas no local, 85,  foi registrado no dia 5 de abril de 2021. Em 2020, a menor média de internados ocorreu em outubro (1º a 20/10), com 23 pacientes/dia e a máxima em dezembro (1º a 20/12), com 39 internados/dia.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

REDE DE SAÚDE.
O baixo índice de internados atualmente no Hospital Vitória também é observado em toda a rede de saúde do município de Santos, incluindo os hospitais públicos e privados. Em abril de 2021, a cidade registrou média de 604 internados/dia (1º/04 a 20/04) em leitos covid-19 - o pico desde o início da pandemia. Neste mês de outubro (1º/10 a 20/10), a média caiu para 70 pacientes/dia - diminuição de 88%.

Vale lembrar que, em média, um paciente começa a apresentar os sintomas da covid-19 de 5 a 7 dias após o contágio e interna no 14º dia. A média de permanência dos pacientes em leito covid é de 21 dias.

VACINAÇÃO.
A vacinação contra a covid-19 é considerada a principal causa da diminuição de casos graves, que geram internações. Santos está com 85,9% da população com a primeira dose aplicada e 70,4% com a segunda dose ou dose única, muito superior à média nacional, de 50,3%. Quase 27 mil já receberam ainda a dose de reforço, que é direcionada a idosos, trabalhadores da saúde e imunossuprimidos.

"Desde o mês de julho, a média de pessoas internadas tem caído mensalmente e não temos dúvida dos benefícios da vacinação em massa. Conforme mais pessoas se imunizaram, o índice de internações diminuiu. O mesmo foi observado em relação aos novos casos e óbitos pela covid-19, que estão em queda desde maio", diz o secretário de Saúde em exercício, Denis Valejo.

"Claro que, além da vacinação, outras medidas de proteção foram e continuam sendo essenciais, como o uso de máscaras, a higiene das mãos e a precaução quanto a aglomerações", destaca.

RESPONSABILIDADE.
Além do Hospital Vitória, os leitos municipais destinados ao enfrentamento da covid-19 encontram-se no Complexo Hospitalar dos Estivadores, Santa Casa de Santos e Beneficência Portuguesa.

"A Secretaria de Saúde permanece atenta e avalia diariamente os índices de internação. Atuamos com imensa responsabilidade desde o início da pandemia e ninguém em Santos ficou sem leito hospitalar", lembra Denis Valejo.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Governo: Mário Frias contrata por quase R$ 4 milhões empresa sem licitação e sem funcionários

A sede da empresa seria uma caixa postal em um escritório virtual a 2.400 km do Rio de Janeiro

Polícia

Corregedoria investiga aparição de pênis de borracha em academia da PM

A academia do Barro Branco tem aproximadamente 660 cadetes, além de cerca de 140 funcionários

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software