X
Santos

França sinaliza que haverá avanço para ligação seca entre Santos e Guarujá

O governador informou que pretende "conseguir dar a linha da condução jurídica" do que vai ser feito

Márcio França participou do encerramento do 62º Congresso Estadual de Municípios, no Mendes Convention Center / Divulgação/GESP

Um dia após tomar posse, o governador do Estado, Márcio França (PSB), sinalizou na tarde deste sábado (7) que haverá avanço neste ano no projeto para ligação seca entre Santos e Guarujá.

"Eu acho que a gente vai conseguir dar a linha da condução jurídica do que vai ser feito. Isso é muito importante, porque você conduz o processo para o lado certo. Reserva, portanto, o dinheiro para fazer isso", declarou o governador, aos jornalistas, após o encerramento do 62º Congresso Estadual de Municípios, no Mendes Convention Center, em Santos.

Conforme França, a intenção é a criação de uma ponte. Na gestão de Geraldo Alckmin (PSDB), um edital para a construção de um túnel submerso, orçado em  R$ 2,4 bilhões, chegou a ser lançado, mas a obra não saiu sob o argumento de falta de recursos.

Pré-candidato à Presidência da República, Alckmin também participou do encerramento do congresso e trocou elogios com França, que concorrerá com João Doria (PSDB) na eleição para o governo paulista.

Sonho realizado

Durante a entrevista, França lembrou que quando se elegeu vereador pela primeira vez, em São Vicente, disse para as pessoas que sonhava um dia ser governador do estado.

Ele afirma que nos nove meses à frente do governo terá tempo suficiente para imprimir um estilo. "Dá tempo de fazer muita coisa", disse.

Estão garantidas na Baixada Santista, segundo ele, ações aos finais de semana nos moldes da Operação Verão, ideia criada enquanto ele ainda era vice-governador.

França também citou como ação de governo o alistamento civil, que deverá atingir, em todo o estado, cerca de 100 mil jovens de 18 anos em situação de vulnerabilidade social. A intenção é de que estes jovens prestem serviços gerais, como, por exemplo, primeiros socorros.

O governador ainda pretende ampliar vagas universitárias e criar um instrumento para auxiliar financeiramente alunos de universidades, de Escolas Técnicas (Etecs) e de Faculdades de Tecnologia (Fatec).

"Muitos alunos passam nas Etecs, Fatecs e nas universidades e depois não conseguem se manter, porque eles passam, mas não têm dinheiro para sobreviver. Então a gente quer criar algum mecanismo para isso. Mas esse ano, em especial, ele é um ano eleitoral. Então a gente tem uma série de proibições que a legislação não permite que faça. Mas a gente vai encontrar a fórmula que ou faz ou deixa encaminhada a legislação para poder montar logo após  a eleição", declarou França.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Julgamento

9 anos: Na Itália, Robinho é condenado em definitivo por estupro coletivo

A condenação e a pena também foram confirmadas para o amigo do jogador Ricardo Falco

Cotidiano

Presente de aniversário: obras na EM Maria Nilza entregues em Praia Grande

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software