X

EVENTO

Festival Oceano-Porto Cidade reúne sustentabilidade e carnaval com atrações gratuitas

Evento, que acontece neste sábado (3), traz apresentações musicais, atividades de educação ambiental e feira de artesanato

Da Reportagem

Publicado em 02/02/2024 às 18:46

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O festival reúne os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU / Divulgação

Unindo sustentabilidade, carnaval, arte e cultura caiçara, o Festival Oceano-Porto Cidade promete agitar o sábado (3) com uma programação recheada de atrações gratuitas para todos os públicos.  Em comemoração aos 132 anos do Porto de Santos, acontece das 09h30h às 18h30, na Sede da Autoridade Portuária de Santos (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, s/n. Macuco). Esta é a primeira vez que o espaço é aberto para a população. 

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

“Temos, no plano estratégico, metas voltadas à relação Porto-cidades. Iremos envolver os moradores da região da sede da companhia, que são populações impactadas pelas atividades portuárias e que, pela primeira vez, terão acesso e oportunidade de conhecer nossa centenária sede. Além disso, estarão presentes sindicatos, sindicalistas, funcionários da APS, prestadores de serviço, e outros trabalhadores portuários. Toda a programação do Festival Porto-Cidade é voltada justamente para esses públicos”, afirma o presidente da Autoridade Portuária de Santos, Anderson Pomini. 
 
As atividades têm como objetivo promover a consciência sobre a importância da sustentabilidade e da proteção do oceano. No palco, a companhia teatral 'Us Fulano' traz um espetáculo que estimula a criança a repensar, reaproveitar e ressignificar o lixo que seria descartado, das 10h às 10h45. O canil da Guarda Portuária se apresentará das 10h50 às 11h30. 

Haverá tendas ambientais, de 23 instituições e associações. O programa Cientista Mirim, do Projeto Mantas do Brasil, irá incentivar o protagonismo infantil com uma investigação científica sobre o mundo marinho, das 11h35 às 12h.  Em seguida, até às 12h30,  haverá uma oficina de compostagem, através do Instituto Lixo Zero Baixada Santista.  Tio Tite irá animar o público infantil com uma apresentação de cantigas e adaptações de músicas de personagens infantis, das 12h35 às 13h15. 

O público poderá conferir o Museu do Porto, das 13h15 às 14h.  Instalado em um casarão de estilo vitoriano de 1902, o espaço foi inaugurado em 1º de setembro de 1989. Há imagens de obras do pintor Benedicto Calixto, que tem diversos trabalhos inspirados nos antigos trapiches. Algumas  atrações estão no jardim. Entre elas a  locomotiva  Lavoura,  utilizada no transporte dos primeiros blocos de pedra para a construção do cais. O local  retrata o período de construção do Porto Organizado e da criação da Companhia de Docas de Santos (CDS).

A Aldeia Paranapuã, de São Vicente, mostrará cânticos indígenas, das 14h30 às 15h.Terá, também, uma feira de artesanato com peças autorais. Para as crianças que gostam de desenhar, haverá oficina de pintura em tela, na tenda Huber Arte Marinha, das 15h às 16h. A Sereia Luthien irá trazer toda a magia com o canto lúdico, das 16h às 16h30. 

O evento é idealizado e realizado pelo Instituto Lixo Zero Baixada Santista, referência no trabalho de conscientização do meio ambiente, com patrocínio da Autoridade Portuária de Santos e apoio da Prefeitura de Santos. 

“Teremos vários parceiros que trabalham com a sensibilização ambiental e social, além de desenvolverem trabalhos de grande importância para o planeta. Queremos que a população se sensibilize com a preservação e a importância do oceano em nossas vidas”, comenta a diretora do Instituto Lixo Zero Baixada Santista, Paula Romana. 

Haverá expositores de projetos da região, artesanato sustentável e coleta de óleo de cozinha e eletroeletrônicos. Além disso, também será arrecadado alimentos não perecíveis, kits de higiene e roupas em bom estado. Os itens serão destinados a uma aldeia indígena. Quem doar, ganhará um ipê amarelo. Terá, também,  espaço para alimentação com food trucks. Destaque para produtos veganos e vegetarianos. Composta & Cultiva realizará a compostagem do material orgânico do evento. 

ESQUENTA PRÉ-CARNAVAL NO PORTO DE SANTOS

Haverá apresentações musicais de artistas renomados da região. A Banda Rathazen sobe ao palco das 11h35 às 12h35. O grupo é formado por amigos ligados à canoagem e amantes do mar. Possuem um repertório de músicas nacionais, internacionais e composições próprias, focadas no blues, rock e folk music. Executadas de maneira descolada das versões originais, dando a cada uma delas um formato criativo e inovador.

O Grupo Feitiço se apresenta das 13h20 às 14h30, acompanhado de passistas. Comandado pelos irmãos Sandro e Luizinho Mastellari, exibem uma seleção de sucessos que marcam sua trajetória de 30 anos. 

No meio da tarde, das 15h às 16h15, o Samba da Rainha irá tomar conta do espaço. Ressaltando o empoderamento feminino, trazem uma fórmula única para o gênero ao misturar todo o tipo da música popular brasileira. 

A santista Rafa Laranja se apresenta das 16h30 às 18h00. A artista convive com a música desde a infância, sempre presente em rodas de samba, choro e MPB. Com voz suave, alegre e contagiante, tem forma própria de cantar nomes consagrados. 

Para encerrar, a Banda Querô, do Instituto Arte no Dique, mostrará um batuque emocionante. Criado em 2003, já realizou dezenas de apresentações pelo mundo.

SUSTENTABILIDADE

O festival reúne os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. As ações visam destacar a erradicação da pobreza e fome, saúde, bem-estar, educação, igualdade de gênero, energia limpa, trabalho digno, desenvolvimento econômico, indústria, inovação e infraestrutura, redução das desigualdades, cidades sustentáveis, consumo e uso responsável, incentivo de ações para reduzir as mudanças climáticas, importância da preservação do oceano e da terra, paz, justiça e parcerias em prol das metas. 

“Podemos incentivar a sociedade levando informação de forma simples, prática e aplicada ao seu cotidiano, mostrando as consequências e as alternativas existentes.
Contudo, esse impacto será mais significativo quando tivermos coerência entre discurso e prática”, afirma o presidente do instituto, André Tomé Lourenço.

Um estudo internacional concluiu que existem 170 trilhões de pedaços de plástico acumulados atualmente nos oceanos. Outra pesquisa, desenvolvida pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, apontou que cada brasileiro pode ser responsável por poluir o oceano com 16 quilos de plásticos ao ano. São 3,44 milhões de toneladas que chegam ao ambiente no país. Esse número representa um terço de todo plástico consumido no território, sem ser reciclado ou reutilizado, e que acaba poluindo rios e o mar. 

A produção do material disparou nas últimas décadas, especialmente itens de uso único. Os sistemas de gerenciamento de resíduos não acompanharam o ritmo.  A vida marinha pode se emaranhar ou confundi-lo com comida. Além disso, o plástico pode liberar produtos químicos tóxicos na água, trazendo à tona um grande problema climático. 

LIVRO ‘O OCEANO EM MIM’

A obra, de Eunice Tomé, será lançada no evento a partir das 16h. Escrito em 2023, destaca poemas que falam de toda a influência que esse bioma causa no cotidiano da poetisa, além de ressaltar  a relação de moradores e turistas do litoral de São Paulo. A autora relembra poetas santistas, que também tiveram o mar como inspiração. Destacam-se trechos de São Martins Fontes, Vicente de Carvalho, Narciso de Andrade e Rui Ribeiro Couto.

ESTRUTURA 

O Festival Oceano-Porto Cidade disponibilizará bebedouros com água fresca,  banheiros e álcool gel na tenda principal. Não há estacionamento disponível para o público dentro do evento, mas haverá um local para as bicicletas.  A estação do VLT mais próxima está a 250m. O objetivo é incentivar os visitantes a se exercitarem e contribuírem com o meio ambiente. A organização orienta que o público leve uma garrafa, a fim de evitar o uso do copo descartável.

COMEMORAÇÕES DO PORTO

Na sexta-feira (2) acontecerá a cerimônia de anúncio do Túnel Santos-Guarujá no aniversário do Porto Organizado de Santos. No sábado (3) será realizado o Festival Oceano. Já no domingo (4) acontece a Corrida e Caminhada 5K. Concentração às 06h. A largada será a partir das 7h, na Praça Mauá, em frente à Prefeitura de Santos, no Centro Histórico. 

A realização de eventos na região promovidos, apoiados e/ou patrocinados pela Autoridade Portuária de Santo, visa a fortalecer a relação Porto-Cidades, aproximando as comunidades vizinhas.

 Em 2022, a Licença de Operação (LO) do Porto Organizado de Santos foi renovada e terá validade até 2032, demonstrando a competência e a confiança adquirida pelo órgão ambiental. A nova licença possui 29 condicionantes específicas, que cobrem 21 programas ambientais distintos, incluindo monitoramento e gerenciamento de riscos, emergências ambientais, resíduos sólidos, efluentes líquidos, passivos ambientais, fauna sinantrópica, qualidade do ar, qualidade das águas, qualidade dos sedimentos, biota aquática, avifauna, espécies exóticas, perfis praiais, educação ambiental, comunicação social, ruídos, vibrações, atividades pesqueiras, auditoria ambiental, gestão e controle da dragagem.

Além disso, desde 2021, a APS faz parte do Pacto Global da ONU e participa ativamente de plataformas de ação pela Água e Oceano, Ação pelo Clima e Ação para Comunicar e Engajar. Alinhada com as preocupações mundiais, trabalham firmemente para obtenção de estudos, inventários de gases de efeito estufa e ações em prol da transição energética do Porto. 

Em 2023 o Porto de Santos foi agraciado com o 2º lugar na categoria “Iniciativas Inovadoras em Melhores Práticas ESG e Inovação” com o tema “Resiliência Climática no Porto de Santos” no Prêmio Antaq 2023. A avaliação do risco climático e o levantamento de medidas de adaptação para a infraestrutura do Porto de Santos são essenciais para o processo de planejamento, que pode minimizar os impactos frente à mudança do clima.

A APS também promove a Jornada ESG do Porto de Santos, principal espaço para a comunidade portuária discutir os principais tópicos relacionados aos princípios ambientais, sociais e de governança. Em 2022 o evento culminou na assinatura do Manifesto ESG, que reconhece a importância dos princípios ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG) para o desenvolvimento sustentável e a responsabilidade corporativa e assume o compromisso, por meio de sua Autoridade Portuária de Santos e demais empresas signatárias do manifesto, de adotar e promover práticas alinhadas com esses valores, com os princípios do Pacto Global e com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), acreditando que a adoção de medidas ESG, além de fortalecer sua posição no mercado, contribui para um futuro mais sustentável e inclusivo.   

INSTITUTO LIXO ZERO BAIXADA SANTISTA

Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, cujo objetivo é despertar a consciência ambiental, a mudança de atitude e transformar a cultura do “lixo” na cultura  do recurso, do cuidado com o uso dos recursos naturais e seus impactos para as presentes e futuras gerações. Desde 2017 efetuam diversas ações. 

“Além do festival, neste ano pretendemos realizar o curso de formação, ações de limpeza, o Dia e a Semana Lixo Zero, atividades de compostagem, implantação de sistema de coleta e reciclagem de bitucas, e a inserção do projeto Escola Lixo Zero em mais escolas”, afirma o presidente, André Tomé. 

Só no Brasil, são mais de 80 milhões de toneladas de resíduos por ano. Apenas 4% é reciclado e 40% é descartado na natureza, ao mesmo tempo que 85% pode ser reaproveitado, gerando trabalho, renda, economizando água, energia e extração de mais recursos naturais. O Instituto visa conscientizar para diminuir a quantidade de resíduos gerados e o máximo aproveitamento dos recicláveis e compostáveis, com a redução, ou mesmo o fim, do encaminhamento destes materiais para aterros ou incineração. 

“Queremos levar o Festival Oceano para várias cidades brasileiras, impactando milhares de pessoas com um evento sustentável, pedagógico, ético, contemplando os ODS e a marca de um evento carbono neutro. Nesta edição, em Santos, estimamos que duas mil pessoas participem, alcançando mais de 10 mil através das mídias”, comenta. 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Praia Grande

Neste começo de semana, PAT de Praia Grande está com vagas de emprego

Candidato deve possuir cadastro no PAT de Praia Grande

Cubatão

Cubatão começa vacinação contra gripe para novo grupo de pessoas

Meta da Campanha é atingir 90% de cada grupo

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter