X

Santos

Evento em Santos orienta jovens e idosos a não sofrerem golpes na internet

Atividade foi realizada na manhã desta quarta-feira (7) no Parque Tecnológico de Santos (Vila Nova)

Da Reportagem

Publicado em 07/02/2024 às 19:53

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Promovida pela Fundação Parque Tecnológico de Santos e pela Secretaria da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos (Semulher), a atividade reuniu jovens e idosos / Isabela Carrari/PMS

Ninguém está livre de cair em golpes pela internet. Mas tomar cuidados simples, principalmente com algumas alterações nas configurações de privacidade nas contas nas redes sociais, pode reduzir bastante esse risco. Foi com essa impressão que o público saiu ao participar da Ação Intergeracional ‘Segurança digital para jovens e pessoas idosas’, referente ao Dia Internacional da Internet Segura. O evento foi realizado na manhã desta quarta-feira (7) no Parque Tecnológico de Santos (Vila Nova).

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Promovida pela Fundação Parque Tecnológico de Santos e pela Secretaria da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos (Semulher), a atividade reuniu jovens e idosos, sendo ministrada pelo diretor técnico da fundação, Gabriel Miceli, Diego Lara (também representando o Parque Tecnológico) e pela especialista em Segurança da Informação Alessandra Simões.

“Não existe solução mágica”, foi logo apontando Diego Lara. “A tecnologia evolui e os mal-intencionados evoluem juntos”. Entre as recomendações para as redes sociais, Alessandra Simões sugeriu evitar publicações de fotos de crianças com uniformes escolares, fotos expondo o corpo usando biquínis ou sungas e o famoso ‘check in’ nas academias. Segundo a especialista, as fotos expondo o corpo podem ser usadas para assédio nas redes.

Alessandra Simões também fez um alerta para quem tem perfil fechado nas redes: cuidado ao postar fotos marcando outras pessoas. Estas podem ter perfis abertos e a foto acaba sendo compartilhada para quem não é seu amigo. A especialista sugere, ainda, cuidado com os perfis que são adicionados. Já as plataformas que propõem jogos também merecem ser vistas com cuidado: muitas vezes elas captam informações pessoais e fotos.

FAMA

Para o público jovem, a orientação passada pelos especialistas foi a de zelar pela “reputação on-line”. Isso porque os recrutadores das empresas costumam verificar os perfis dos interessados em vagas nas redes sociais. Desta forma, toda atenção é necessária nas curtidas e em comentários em assuntos polêmicos.

Gabriel Miceli abordou os cuidados para identificar notícias falsas ('fake news') espalhadas pelas redes, explicando o conceito de "câmeras de eco", que são notícias mostradas pelas redes sociais que buscam reforçar os próprios pontos de vista do usuário.

EXPERIÊNCIAS TRAUMÁTICAS

Presente à atividade, a presidente do Rotaract Club de Santos-Porto, Roberta Schneider, 23 anos, contou que caiu em um golpe quando tinha 19 anos e se preparava para uma viagem. Guardou dinheiro em um banco virtual e, quando teve um problema no aplicativo da instituição, acabou reclamando na conta oficial do banco no então twitter (hoje X). Golpistas a acionaram em uma conversa reservada se passando pela instituição, e ela acabou fornecendo várias informações bancárias. O resultado foi um prejuízo de R$ 3 mil - mas o banco acabou devolvendo a quantia.

“Todos estão sujeitos a golpes. Desde os mais jovens, aos mais velhos”, comentou Diego Lara. E quem comprovou isso foi a aposentada Mara Tabosa, 75, que, por pouco, acabou não passando R$ 7 mil para um golpista, acreditando que estaria ajudando a filha que mora na Alemanha. Sua ‘sorte’ foi não saber fazer a transferência bancária quando um golpista a acionou, clonando o número de WhatsApp de sua filha. Por ela ter dois celulares, acabou ligando, no outro aparelho, para a filha, que a alertou do golpe.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guarujá

Suspeito de participação em sumiço de soldado da PM é preso em Guarujá; VEJA

Ocorrência aconteceu na manha desta sexta-feira

EVOLUÇÃO NO SANEAMENTO BÁSICO

Conversa sobre ligações de água e esgoto tem saldo positivo em Bertioga

Reunião aconteceu na última quarta-feira (17)

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter