Escolas de Santos recebem material de proteção para segurança na volta às aulas

Conforme determinação do Plano São Paulo, a partir de 1º de fevereiro todas as escolas iniciam as atividades de forma remota

Comentar
Compartilhar
28 JAN 2021Por Da Reportagem08h00
Os equipamentos de proteção individual (EPIs) e materiais de higienização já foram entreguesFoto: ISABELA CARRARI/PMS

As 85 escolas municipais de Santos já estão preparadas para o retorno gradual e seguro das aulas presenciais. Os equipamentos de proteção individual (EPIs) e materiais de higienização, como máscaras, face Shields, termômetros, álcool em gel, sabonete líquido, luvas e tapetes sanitizantes já foram entregues. Os totens para álcool em gel devem chegar até o final do mês.

Com a aquisição dos insumos, já no primeiro dia de aula serão distribuídas máscaras de tecido laváveis (quatro para alunos e três para funcionários). O plano de volta às aulas da Prefeitura também prevê  distanciamento de mesas e cadeiras; cartazes informativos; vídeos educativos; encontros formativos com as equipes gestoras, professores e demais profissionais da área; além da testagem rápida destes funcionários.

"Precisamos nos sentir seguros e confortáveis nestes ambientes, pois a segurança é essencial nesta situação. Os EPIs nos ajudarão a passar essa sensação aos alunos", disse a diretora da UME Colégio Santista, Márcia Miguel, que já providenciou as adequações necessárias para atender ao protocolo estipulado pela Secretaria de Saúde. "Faremos uma reeducação quanto aos hábitos e ensinaremos uma nova forma de socialização", garante.

Mesmo com todas as medidas que estão sendo tomadas para garantir a segurança dos alunos e profissionais da área de Educação, a chefe da Seção Pedagógica da Secretaria de Educação, Fabiana Riveiro, explica que os responsáveis não serão obrigados a mandar os filhos para as aulas presenciais, podendo optar apenas pelo ensino remoto. "Caso os pais não se sintam seguros com a volta, podem escolher apenas às aulas remotas, se comprometendo no desenvolvimento pleno das atividades junto com a criança. Também é muito importante que eles entrem em contato com as escolas para sanarem suas dúvidas, a fim de evitar qualquer tipo de mal entendido ", finaliza.

 

COMO SERÁ A VOLTA ÀS AULAS

Haverá um escalonamento para o início presencial, levando em consideração a faixa etária do aluno, sendo que cada unidade atenderá presencialmente 20% da capacidade por dia, durante até 4h, atendendo ao final da semana 100% dos estudantes. Os demais dias de aula serão remotos. Na Educação de Jovens e Adultos (EJA), o atendimento presencial será três vezes por semana, por até 3h/dia.

Conforme determinação do Plano São Paulo, a partir de 1º de fevereiro todas as escolas iniciam as atividades de forma remota. No dia 8 de fevereiro as classes de jardim, pré-escola, fundamental I e II e EJA começam em formato híbrido. Até 12 de fevereiro, jardim, pré e 1º e 2º anos farão período de adaptação, com permanência de até 1h30.

As salas de maternal I e II seguem de forma remota até 22 de fevereiro, quando entram no sistema híbrido, fazendo o período de adaptação de 22 a 26 do mesmo mês. Os berçários I e II só iniciam as aulas híbridas em 8 de março, realizando a adaptação de 8 a 12 de março.