Entrada de Santos alaga e CET impede carros de usar novo viaduto

Reportagem do Diário do Litoral foi surpreendida com impossibilidade de utilizar o equipamento durante a manhã desta sexta-feira

Comentar
Compartilhar
30 OUT 2020Por LG Rodrigues12h45
Reportagem do Diário do Litoral também não pode usar o novo viaduto nesta sexta-feiraFoto: Nair Bueno / Diário do Litoral

A forte chuva que atingiu a Baixada Santista durante a madrugada desta sexta-feira (30) deixou o novo viaduto de Santos, que faz o sentido Centro-Zona Noroeste, intransitável para carros de passeio. Apenas ônibus estavam autorizados a realizar a travessia entre o fim da manhã e o começo da tarde.

Com uma previsão de aproximadamente 70mm de chuva para todo o dia, de acordo com dados dos portais Climatempo e Google, Santos e as cidades vizinhas já começaram a sentir os efeitos do fenômeno durante o fim da noite desta quinta-feira (29), quando a chuva começou a cair de forma mais leve, mas constante.

Sempre como um palco das piores amostras das enchentes, a Avenida Nossa Senhora de Fátima voltou a alagar em diversos pontos e apesar da inauguração do viaduto ter se tornado uma fonte de esperança para liberar o tráfego ao motorista que sempre fica ‘preso’ na entrada da cidade devido ao acúmulo de água, o cenário encontrado nesta sexta-feira era completamente o oposto.

Devido à enchente formada logo no primeiro trecho da Avenida, agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos colocaram placas indicando que apenas os ônibus poderiam transitar no local, excluindo carros de passeio.

 

Além deste trecho, várias ruas da Zona Noroeste de Santos amanheceram com alagamentos em diversos pontos já conhecidos por quem mora nos bairros Bom Retiro, Jardim Castelo, Areia Branca, Santa Maria entre outros.

Nas redes sociais, a Prefeitura de Santos divulgou nota, onde explica que 'devido ao acumulado de chuvas a CET informa que alguns pontos da cidade apresentam alagamentos com reflexos no trânsito'. Em seguida, a postagem detalha que: Praça Washington, junto à  Rua Guilherme Álvaro; Rua. Lincoln Feliciano, Rua Pindorama e  Rua Carlos Afonseca com a orla eram algumas das vias intransitáveis.

Ainda na mesma nota da Administração Municipal, as autoridades explicam que a Avenida Nossa Senhora de Fátima (em ambos os sentidos) entre a R. Ana Santos e Bóris Kauffmann, seguiria transitável apesar da quantidade de água. Vários moradores também aproveitaram o momento para postar fotos e vídeos criticando a situação, afirmando que de nada adiantou erguer o viaduto, se ele fica impedido de receber carros justamente no momento mais necessário.