Governo do SP educacao

Em cinco meses, Santos acha 2 mil toneladas de detritos durante limpezas da drenagem

Ao todo, desde janeiro, são mais de 102km de extensão trabalhados, entre ramais, galerias e canaletas

Comentar
Compartilhar
19 MAI 2020Por Da Reportagem11h00
O trabalho é feito diariamente pela Prodesan, sob supervisão da Secretaria de Serviços Públicos (Seserp)Foto: Anderson Bianchi / Prefeitura Municipal de Santos

Desde o começo do ano, a Prefeitura de Santos já retirou 2.421 toneladas de sedimentos, como lama e areia, do sistema de drenagem de todo o Município. Só nesta quarta-feira (18), foram quase 8t dos bairros Marapé, Gonzaga, Embaré, Ponta da Praia, Jabaquara, Vila Mathias e Paquetá. O trabalho visa contribuir para o escoamento de águas pluviais e evitar alagamentos.

Ao todo, desde janeiro, são mais de 102 km de extensão trabalhados, entre ramais, galerias e canaletas, e limpeza executada em 11.913 dispositivos de drenagem pluvial urbana como poços de visita, bocas de lobo, caixas de captação e caixas de sopé.

O trabalho é feito diariamente pela Prodesan, sob supervisão da Secretaria de Serviços Públicos (Seserp). São 56 funcionários divididos em quatro equipes, que executam os serviços com o auxílio de dois caminhões hidrojato, para a limpeza da rede com alta pressão, e quatro caminhões basculantes, para o carregamento do material retirado.

Desde o início do ano, já receberam os serviços os bairros Marapé, Jabaquara, Gonzaga, Pompeia, José Menino, Boqueirão, Encruzilhada, Castelo, Centro e Valongo.