X
Santos

Eleito presidente do Condesb, Rogério Santos almeja equilíbrio entre economia e saúde

Reunião virtual aconteceu durante a manhã desta quinta-feira (28) e reuniu todos os novos prefeitos da Baixada Santista

Rogério Santos foi eleito o novo presidente do Condesb durante reunião virtual / REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Rogério Santos (PSDB) foi eleito o novo presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada (Condesb). A votação foi realizada durante um encontro virtual entre os nove prefeitos da Região e integrantes do Governo do Estado ao longo da manhã desta quinta-feira (28). O sucessor de Paulo Alexandre Barbosa afirma que o desafio para os próximos meses será garantir o equilíbrio entre o controle de casos de Covid-19 no setor de saúde e a fomentação do turismo para fazer a roda da economia girar no litoral. A diretora Regional de Saúde, Paula Covas, será a vice do prefeito de Santos.

O Condesb é um conselho formado por representantes das prefeituras da Região Metropolitana da Baixada Santista e representantes do Governo do Estado, indicados dentre as secretarias que atuam na região. O Conselho tem caráter normativo e deliberativo, tratando dos assuntos inerentes aos campos funcionais de interesse comum da Região. A participação de seus representantes é paritária entre o conjunto das prefeituras e os representantes do Estado.

Durante a reunião realizada nesta quinta-feira, os chefes do Executivo das nove cidades debateram sugestões de flexibilizações das atividades econômicas a serem enviadas ao Governo do Estado de São Paulo para eventual análise. Além disso, os prefeitos da Baixada fizeram uma solicitação às autoridades da esfera estadual para que seja viabilizada a abertura de pelo menos mais 25 leitos na Região para atender pacientes infectados com a Covid-19.

Atualmente, a Baixada Santista tem aproximadamente 45% de seus leitos ocupados e os novos equipamentos viriam para dar mais segurança ao setor da saúde em todos os municípios. A principal preocupação das autoridades caiçaras se deve à nova mutação do coronavírus que afeta atualmente o norte do Brasil e que se provou muito mais contagiosa do que o vírus que vem se propagando por todo o Brasil e pelo litoral desde março de 2020.

Entre terça (26) e quarta-feira (27), a Prefeitura de Santos registrou o aumento do número de pessoas internadas com covid-19 na rede hospitalar, de 213 para 224 pessoas (+5,1%). Destes, 121 são moradores de Santos (54%) e 103 de outras cidades (46%). Do total de internados, 125 estão em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), voltados aos casos mais graves, sendo 73 moradores de Santos (58,4%) e 52 de outras cidades (41,6%). Apenas o município de Santos já registrou mais de 1.120 óbitos pela patologia.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Oportunidade

Praia Grande tem 23 vagas de emprego disponíveis no PAT

Interessados devem comparecer ao local para retirar carta de encaminhamento

Cotidiano

Prefeitura de Mongaguá promove protagonismo infantil em minissérie

O projeto 'Liga do ECA' foi inspirado pela 'Liga da Justiça' e as crianças puderam construir seus personagens de acordo com os ensinamentos passados pelos educadores

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software