Concretagem da pista de viaduto da Nova Entrada de Santos é concluída

Ao todo, foram utilizados 20 caminhões betoneira em aproximadamente 60 metros de extensão

Comentar
Compartilhar
12 DEZ 2019Por Da Reportagem20h20
Cronograma de concretagem foi antecipado em oito dias, favorecendo intervenções que dependem desse serviçoFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Santos

A pista do viaduto da entrada de Santos que mede 395 metros de extensão está totalmente concretada. O trabalho foi concluído nesta quinta-feira (12) com o maior volume de concreto aplicado de uma só vez durante a obra, totalizando 200 metros cúbicos.

Ao todo, foram utilizados 20 caminhões betoneira em aproximadamente 60 metros de extensão, na parte curva do viaduto que une as avenidas Martins Fontes e Nossa Senhora de Fátima.

"Esse último trecho concretado é chamado de tampa do caixão perdido (pista). Agora, para concretar faltam apenas o guarda rodas, que são as proteções laterais, e as placas de fechamento", afirmou o coordenador de Engenharia da Terracom, engenheiro Márcio Brites.

O cronograma de concretagem foi antecipado em oito dias, favorecendo demais intervenções que dependem desse serviço. As barreiras laterais serão montadas na sequência à concretagem e as defensas também serão colocadas perto do muro de aproximação do viaduto. As proteções são conhecidas como New Jersey e servem para evitar que os veículos, no caso de colisão, caiam do viaduto.

PRAZO.
A segunda fase de ampliação da ponte da Rua Júlia Ferreira de Carvalho, no Chico de Paula, na Zona Noroeste de Santos, foi iniciada no dia 12 de novembro.

Os trabalhos da segunda etapa consistem basicamente na recuperação da estrutura e na construção da área nova. “Vamos manter as cinco vigas de sustentação existentes que estão em perfeito estado e demolir a laje e fazer uma nova. Também teremos que ampliar a estrutura da laje para que a ponte chegue aos 30 metros”, explicou o engenheiro de Produção da Terracom, Arsenio Simões Paiva Júnior.

O viaduto será entregue em julho de 2020 e as obras integram o Programa Nova Entrada de Santos. A Terracom é a empresa responsável pela execução da obra.

BENEFÍCIOS.
A ponte da Rua Júlia atenderá ao fluxo de caminhões que acessam as empresas localizadas nessa região e, futuramente, também será uma rota alternativa para chegarem à Rodovia Anchieta. Com isso, o trânsito das Avenidas Martins Fontes e Nossa Senhora de Fátima será aliviado. A Rua Júlia Ferreira de Carvalho será um acesso à futura ponte sobre o Rio São Jorge, que ligará a Zona Noroeste à Via Anchieta.