FESTA NA ORLA

Com homenagem a Pelé, Ano Novo em Santos reúne 1 milhão de pessoas

Pouco antes do show pirotécnico, 80 drones coloriram o céu da orla santista para um espetáculo único; veja imagens

Da Reportagem

Publicado em 01/01/2023 às 12:27

Atualizado em 01/01/2023 às 12:37

Comentar:

Compartilhe:

Homenagem a Pelé no Ano Novo de Santos / Marcelo Martins/Raimundo Rosa/Isabela Carrari/Carlos Nogueira/Carol Solito

Com público de mais de um milhão de pessoas na orla, a Festa da Virada de Santos, que retornou após dois anos de suspensão por conta da pandemia da Covid-19, contou com queima de fogos, muita música e teve como ponto alto as homenagens ao Rei Pelé.

Pouco antes do show pirotécnico, 80 drones coloriram o céu da orla santista para um espetáculo único. A 50 metros do solo, durante seis minutos, os equipamentos ganharam formas de três corações, em alusão à cidade natal do Rei, assim como ganhou os contornos do escudo do Santos Futebol Clube, levando o público ao delírio.

Ano Novo em SantosFotos: Marcelo Martins/Raimundo Rosa/Isabela Carrari/Carlos Nogueira/Carol Solito

Não ficaram de fora da apresentação o lendário gol da final contra a Suécia na Copa do Mundo de 1958, o milésimo gol marcado no Maracanã em 1969 e a taça Jules Rimet, conquistada em 1970 na Copa do México. Duas marcas registradas do Rei também foram representadas: a silhueta do soco no ar e a inconfundível assinatura de Pelé.

“Foi, sem dúvida, uma homenagem à altura do Rei. Eu torço para o Santos, mas acredito que até quem não torce ficou arrepiado com que viu. Foi incrível!”, comentou o auditor fiscal Daniel Donine.

Mais homenagens

As homenagens a Pelé também ocorreram em forma de música, ou melhor, de hino. A Orquestra Sinfônica Municipal de Santos (OSMS) tocou ‘Alvinegro da Vila’ e ‘Leão do Mar’, os dois hinos do Santos Futebol Clube, agremiação pela qual Pelé fez, nada menos, do que 1.091 gols.

A sinfônica santista também foi responsável por outra justa homenagem da noite: os 80 anos de Tim Maia. Ao lado de nove músicos da Banda do Síndico, que acompanhava o ídolo da música pelos palcos do País, a OSMS fez mais uma apresentação marcante, regida pelo maestro Luís Gustavo Petri.

Show pirotécnico

Pontualmente à meia-noite de domingo (1º), o céu de Santos voltou a ficar colorido, mas desta vez com as cores e formas dos fogos de artifício que receberam o Ano Novo. Foram 14 minutos de show pirotécnico, que reacendeu a esperança de um futuro melhor.

“A queima de fogos foi maravilhosa. Acho que todo mundo estava com saudade de curtir o Ano Novo juntos. Só o fato de podermos aproveitar esse momento, enche o meu coração de alegria e de esperança”, comentou a assistente administrativa Rosangela Frias.

Ano Novo em SantosMarcelo Martins/Raimundo Rosa/Isabela Carrari/Carlos Nogueira/Carol Solito

A programação da noite do Santos Réveillon 2023 foi encerrada com o show da Banda FeelGood. O evento foi realizado pela Prefeitura de Santos, com apoio do Santos Convention & Visitors Bureau, que atendeu ao chamamento público para ocasião.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Fim da era Carrile? Entenda o peso do duelo entre Santos e Goiás

Alvinegro Praiano está na sétima posição da Série B

Praia Grande

Haja Paciência! Saída de Praia Grande tem 5 km de lentidão; veja trechos

O epicentro do problema acontece na Avenida Ayrton Senna

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter