X

ALTERAÇÕES NO TRÂNSITO

Centro de Santos tem mudanças para obras do VLT a partir de quinta

Com as interdições, todo o fluxo de tráfego será direcionado para a rua General Câmara; entenda o que vai mudar

Da Reportagem

Publicado em 11/02/2024 às 17:15

Atualizado em 11/02/2024 às 17:19

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Haverá interdição nas quatro faixas de rolamento da via / Divulgação/PMS

Uma das etapas mais complexas das obras da segunda fase do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) terá início na próxima quinta-feira (15). Para a realização dos serviços, haverá a interdição das quatro faixas de rolamento da Rua João Pessoa, entre a Rua Dr. Cochrane e a Avenida Conselheiro Nébias, além do bloqueio de trecho da Rua Dr. Cochrane, entre a Rua Amador Bueno e a João Pessoa.

Com as interdições, todo o fluxo de tráfego será direcionado para a Rua General Câmara, que terá proibição de estacionamento no trecho entre as ruas Dr. Cochrane e Senador Feijó. A medida irá durar todo o período de execução dos trabalhos, visando criar melhores condições para circulação.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) fará o monitoramento permanente da área na forma presencial, com agentes, e pelas câmeras da Central de Controle Operacional (CCO) da Prefeitura.

Painéis também vão informar sobre as interdições e sinalizar a rota alternativa pela General Câmara, que servirá também a ônibus e caminhões. As informações e indicações das melhores rotas também estarão no aplicativo de mobilidade Waze.

Caminhos

A recomendação da CET-Santos é que os motoristas estejam atentos e respeitem a sinalização implantada para as intervenções. Os motoristas que estiverem trafegando pela General Câmara poderão seguir por essa via ou voltar a João Pessoa, após o final do trecho interditado, acessando-a a partir da Rua da Constituição ou, mais à frente, pela Rua Senador Feijó.

Para aqueles que costumam fazer o trajeto em direção ao Centro pela Avenida Perimetral e, na sequência, pela Rua João Pessoa – caminho muito utilizado por moradores dos bairros da Ponta da Praia, Aparecida, Embaré e Macuco - a orientação é para que esse trajeto seja evitado. Neste caso, o indicado a esses motoristas é utilizar a malha viária urbana e seguir para a Região Central a partir da Rua Braz Cubas.

Transporte

Na Rua João Pessoa também será proibido estacionamento durante essa etapa de obras, no trecho entre as ruas Aguiar de Andrade e Dr Cochrane, devido à implantação de ponto final de ônibus, realocado da área em obras. Haverá alteração em itinerários do transporte público municipal:

- linha 8 irá pela Rua Bitencourt, Av. Conselheiro Nébias, Rua General Câmara;

- linhas 25, 29, 61, 100, 158, 191 e 193 seguirão pela Av. Conselheiro Nébias e Rua Xavier da Silveira;

- linhas 139, 158 e 194, pelas ruas João Pessoa, Dr. Cochrane, General Câmara e da Constituição.

Madrugada

Conforme a Alya, construtora responsável pela obra do VLT, projeto da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), 200 profissionais serão contratados para trabalhar no local durante a madrugada, visando a agilizar os trabalhos. A conclusão está prevista para 15 de abril.

Folheto informativo já foi distribuído na região para comunicar sobre a interdição e informar sobre os trabalhos a serem realizados: remanejamento de redes de concessionárias de serviços, construção de drenagem, instalação da via permanente do sistema (trilhos) e, ainda, novas pavimentação e calçadas.

O acesso local aos imóveis será adequado conforme o andamento das obras, durante o período de interdição. Os detalhes para essa nova intervenção envolvendo a Rua João Pessoa foram acertados no último dia 6, na reunião mensal de acompanhamento das obras da segunda linha do VLT. O novo trecho terá oito quilômetros de extensão e total de 12 estações. Ligará a Estação Conselheiro Nébias ao Valongo.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Por que algumas pessoas fazem o sinal da cruz ao passar por um cemitério?

Gesto tem explicação religiosa

Incidente

Bombeiros resgatam motorista que sofreu parada cardiorrespiratória enquanto dirigia em PG

Equipes de resgate encaminharam a vítima até o Pronto Socorro Central do município

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter