Até a campanha, vacina só será aplicada em viajantes

A exceção é apenas para quem vai viajar para áreas de risco, dentro ou fora do país. O pedido foi feito durante coletiva realizada ontem, na Prefeitura.

Comentar
Compartilhar
20 JAN 2018Por Vanessa Pimentel12h31
O prefeito de Santos, Paulo Alexandre, em coletiva sobre a vacinação na cidade.Foto: Rodrigo Montaldi

O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, e o secretário de Saúde, Fábio Ferraz, reafirmaram a importância de a população não procurar se vacinar antes do início da campanha da Febre Amarela. A exceção é apenas para quem vai viajar para áreas de risco, dentro ou fora do país. O pedido foi feito durante coletiva realizada ontem, na Prefeitura.

É preciso comprovar a viagem, tanto nacional quanto internacional. Na Policlínica Aparecida, funciona o Centro de Orientação ao Viajante, onde é emitido Certificado Internacional de Vacinação.

A preocupação agora é com o estoque da vacina, que pode acabar antes do início da campanha e deixar de fora quem realmente precisa da dose para viajar. 

“Queremos novamente ressaltar que os munícipes da cidade precisam ter consciência de só procurar pela vacina quando a campanha começar. Vale lembrar que a medida é preventiva porque não existem casos da doença na Baixada Santista, nem mesmo suspeita”, declarou Paulo Alexandre. 

A campanha de vacinação foi antecipada em todo o Estado para o dia 25 de janeiro e segue até 17 de fevereiro. Na cidade, 22 policlínicas estarão abertas exclusivamente para vacinar a população, sempre de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas, nas cinco regiões do município.

Nos Dias D, marcados para 3 e 17 do mês que vem, os postos abrem das 8 às 17 horas. No feriado do aniversário de Santos, em 26 de janeiro, não haverá vacinação.

Idosos

Pessoas com mais de 60 anos só conseguirão se vacinar caso apresentem declaração médica por escrito que autorize o recebimento da dose. O cuidado é devido a possíveis fragilidades no sistema imunológico.
Isso porque a vacina da febre amarela é feita com o vírus vivo e alguns grupos etários precisam tomar precauções específicas por conta da imunidade. Por isso, vacinar crianças abaixo de seis meses também não é indicado.

Vacinação para viajantes em Santos

Centro de Saúde Martins Fontes (Rua Luiza Macuco, 40) - Manhã (9h às 13h)
Vila Mathias (Rua Xavier Pinheiro, 284) - Manhã (9h às 13h)
Ponta da Praia (Praça 1º de Maio s/n°) - Tarde (16h às 19h)
Aparecida (Av. Pedro Lessa, 1.728) – Manhã/Tarde (11h às 15h)

Campanha terá apoio da CET, Guarda Municipal e PM

Agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos), Guarda Municipal e equipes da Polícia Militar estarão a postos durante a campanha de vacinação contra a febre amarela. 
Segundo o prefeito, a ação foi pensada devido a circulação de pessoas maior que o normal nos arredores dos 22 postos. A CET preparou também um esquema de acesso para os veículos.

Vacinação durante a campanha

Orla
Aparecida - Av. Pedro Lessa, 1.728
Campo Grande - Rua Carvalho de Mendonça, 607
Embaré - Praça Coronel Fernando Prestes s/nº
Gonzaga - Rua Assis Correia, 17
José Menino / Pompeia - Avenida Floriano Peixoto, 201
Ponta da Praia - Praça 1º de Maio s/nº
Centro/Área Continental
Conselheiro Nébias - Av. Conselheiro Nébias, 514 – 
Encruzilhada
Vila Mathias - Rua Xavier Pinheiro, 284 - Encruzilhada
Vila Nova - Praça Iguatemi Martins s/nº
Caruara - Rua Andrade Soares s/nº

Zona Noroeste
Alemoa e Chico de Paula - Praça Guilherme Délius s/nº - Alemoa
Bom Retiro - Rua João Fraccaroli s/nº 
Rádio Clube - Avenida Hugo Maia s/nº
São Manoel - Praça Nicolau Geraigire s/nº - São Manoel
São Jorge e Caneleira - Rua Francisco Ferreira Canto, 351 - São Jorge
Castelo - Rua Francisco de Barros Melo, 184

Morros
Marapé - Rua São Judas Tadeu, 115
Nova Cintra - Rua José Ozéas Barbosa s/nº 
São Bento - Rua das Pedras s/nº 
Valongo - Rua Profª. Maria Neusa Cunha s/nº - Saboó
Morro do José Menino - Rua Doutor Carlos Alberto Curado, 77