Artes integradas e patriarcado em cena no FESTA hoje

Com tema ‘Mulheres em Cena: Da luta de Pagu aos dias de hoje’, evento do Movimento Teatral da Baixada Santista ocorre até dia 2.

Comentar
Compartilhar
25 AGO 2018Por Rafaella Martinez10h02

Neste sábado, Santos vira palco de duas mostras de artes integradas, além de espetáculos que descem a serra para abrilhantar a programação do FESTA 60. A programação tem início às 15h com a abertura das exposições ‘Mulheres² Impressões de Corpo e Alma’, com curadoria de Márcia Okida 'CELLOGRAF', da artista Fixxa, ‘Viva Pagu’, da escritora Lúcia Teixeira e ‘TEP-Unisanta 50 anos - digital’.

Muralista premiada no Brasil e no exterior, Fixxa já coloriu com sua arte urbana países como Argentina, Japão e Espanha e para essa instalação do Festa 60,  explora a técnica Cellograff, espalhando diversas paredes pela cidade. Já a mostra ‘Mulheres² Impressões de Corpo e Alma’ reúne 30 designers santistas e 60 obras com impressão frente em verso. São criações autorais, com envolvimento junto à luta da mulher na sociedade, que trazem de um lado a artista retratada por ela mesma e, do outro, uma mulher que a inspira e represente como símbolo de força, luta e arte.

A professora Lúcia Teixeira abre a exposição ‘Viva Pagu’ dividida em três atos. Traz manuscritos inéditos de suas obras, suas cartas, fotografias legendadas por ela e cadernos, reunidos por Lúcia durante mais de 22 anos de pesquisa, desde que publicou seu primeiro livro sobre Pagu, em 1988, “Pagu- Livre na Imaginação, no Espaço e no Tempo”, ao qual se seguiram “Croquis de Pagu” e “Viva Pagu – Fotobiografia de Patrícia Galvão”, que Lúcia escreveu em parceria com o jornalista Geraldo Galvão Ferraz, filho mais novo de Pagu. A exposição já percorreu várias cidades do País.

A Cadeia Velha abrigará ainda uma mostra digitalizada dos 50 anos do grupo TEP – Teatro Experimental de Pesquisas, reunindo boa parte de seu acervo imagético, organizado em setores de amostragem em material multimídia especialmente para o FESTA60. Contempla espetáculos, curtas-metragens, vinhetas poéticas e fotografias que registram a produção do grupo ao longo de sua história. A Direção Geral é de Gilson de Melo Barros.

A Roda 7 Saias leva para a Praça dos Andradas a partir das 16h diversas ações artísticas:Feira de Artesãs com 15 expositoras, exposição da fotógrafa Juliana Florentino, cena da Cia Cena Preta, exibição da websérie Nossa Voz Ecoa seguida de uma roda de conversa com a Preta-Rara, e, encerrando a roda pra cima, uma oficina do Coco das Marias com Jaqueline da Silva e Kida Alves.

Já no Teatro Guarany, a fotógrafa Bruna Veloso inaugura a exposição ‘Ameseginalehu’, que foca a mulher e seu comportamento diante de três das 80 tribos milenares da Etiópia: Mursi, Karo e Hamer, na região do Vale do Rio Omo. O material foi registrado durante viagem de 12 dias pelo país africano e busca trazer uma realidade distante, mas urgente de mudanças socioambientais, além de questões como isolamento e resistência.

A programação teatral tem início às 21h, com ‘Carne’, da Kiwi Companhia de São Paulo. A montagem dirigida por Fernando Kinas discute as relações entre patriarcado e capitalismo, mostrando o panorama da opressão de gênero e a situação específica da violência contra as mulheres no Brasil. 

Na sequência entra em cena o espetáculo ‘O Canto das Mulheres do Asfalto’ e por fim a rapper Preta Rara faz a ‘Noite das Minas no Hip-Hop. Em carreira solo desde 2013, seus raps abordam questões como empoderamento feminino, racismo e cotidiano. 

Também haverá intervenções das rappers Natt Maat, Litta Afrontite e uma edição especial do Sarau da Banca, organizado por Thamyres Iannuzzi, com participações de Jordana, Moç e USREC, além de batalhas de rima, open mic e roda de conversa (“Amor x Ego”). Confira a programação em: fb.com/festivalsantistadeteatro e movimentoteatraldabaixadasantista.blogspot.com.

AGENDA

Sábado, 25 De Agosto

9h – Centro Cultural Cadeia Velha | Oficina de Interpretação, com Fernanda Azevedo

15h - Centro Cultural Cadeia Velha | Abertura das Exposições ‘Mulheres² Impressões de Corpo e Alma’, curadoria de Márcia Okida (Produção Multimídia Unisanta), 'CELLOGRAF', ‘Viva Pagu’, da escritora Lúcia Teixeira e ‘TEP-Unisanta 50 anos - digital’

16h – Cine Arte Posto 4 | ‘Pina, na Mostra de Longas FESTA 60

16h – Praça dos Andradas | Roda 7 Saias, com ‘Feira das Mulheres Artesãs’

17h – Praça dos Andradas | Roda 7 Saias, com exposição da fotógrafa Juliana Florentino e Cia Cena Preta 

18h – Praça dos Andradas | Roda 7 Saias, com exibição da Websérie Nossa Voz Ecoa’ e ‘Oficina 

19h – Praça dos Andradas | Roda 7 Saias, com Oficina do Coco das Marias

20h30 – Teatro Guarany | Abertura da exposição Ameseginalehu, da fotógrafa Bruna Veloso

21h – Teatro Guarany | Carne, da Kiwi Companhia de Teatro (São Paulo)

23h - Praça dos Andradas | O Canto das Mulheres do Asfalto, d’O Canto das Mulheres do Asfalto (São Paulo)

23h59 – Praça dos Andradas | Noite das Minas do Hip Hop, com Preta Rara