X
Santos

Artes em pontos de ônibus de Santos miram conscientização sobre o crime de receptação

Em Santos, artistas criaram dezenas de adesivos para ação do projeto 'Luann Vive', que já existe desde 2015

Intenção do instituto é de que ao menos 20 pontos de ônibus de Santos ganhem ilustrações feitas por diversos artistas / Nair Bueno/ DL

Para chamar a atenção da população santista para as consequências e quantas pessoas sofrem malefícios diretamente e indiretamente devido à prática do crime de receptação, os organizadores do projeto 'Luann Vive' começaram a espalhar pelo município, neste último trimestre de 2021, diversas artes em pontos de ônibus que ilustram a transgressão e ajudem a conscientizar o público em geral.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Para quem não está tão familiarizado com o significado do delito, o crime de receptação se trata do ato de comprar itens roubados de qualquer tipo, desde eletrônicos a mobília e outros objetos. O objetivo de Paulo Oshiro, responsável pelo projeto, é instalar ao menos 20 artes diferentes em pontos de ônibus.

"A gente tem atividades durante todo o ano, mas no mês de outubro, até por marcar mais um ano da partida do Luann e também por termos colocado no calendário municipal o dia 19 de outubro como 'Dia de Combate à Receptação' então, nesse ano, além da ação que a gente fez com a corrida solidária, eu tive a ideia de fazer algo em outros pontos de ônibus porque no do Luann já existe uma arte feita por um amigo e que já está lá há anos", explica Paulo.

O projeto 'Luann Vive' teve origem ainda em 2015 após Luann Eikichi Oshiro, filho de Paulo, ter sido morto durante um latrocínio em um ponto de ônibus de Santos. A vítima foi abordada em um local de parada do transporte público na Avenida Francisco Glicério, no Gonzaga, por dois assaltantes que tentaram levar o celular do estudante. O jovem não reagiu à ação, mas um dos autores do crime se assustou quando Luann se levantou para entregar os objetos e efetuou um tiro contra ele antes de fugir junto do comparsa. Após o disparo, os criminosos fugiram e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e encaminhou o rapaz para a Santa Casa de Santos, mas o jovem não resistiu aos ferimentos.

Uma das principais ações do projeto 'Luann Vive' se trata da campanha 'Receptação é Crime', que tenta conscientizar as pessoas sobre a compra de produtos de origem duvidosa.

"O ponto [de ônibus] foi o que marcou e acho que chamou bastante atenção das pessoas. Eu tive a ideia [das artes] e achei bacana, mas aí eu falei assim: 'agora preciso de gente pra me ajudar' e o primeiro foi o Fábio Tatsubô. Falei pra ele que não era desorganizado, mas já estávamos em outubro e eu queria realizar tudo até o dia 19 e ele topou, como sempre, é um cara que não sabe falar não".

Com a ajuda do quadrinista caiçara, o projeto rapidamente conseguiu reunir 20 artistas diferentes para que cada um pudesse criar sua própria arte para a campanha.

"Eu tinha me proposto a arcar com dez pontos de ônibus e eu já tinha pedido para a Prefeitura a liberação desses dez pontos de ônibus. Como teve 20 artistas, na minha conversa seguinte com a CET pedi se era possível a gente liberar mais pontos de ônibus para que a gente conseguisse atender a todos os artistas".

Com o auxílio das autoridades municipais, Paulo conseguiu, junto ao Secretário Municipal de Segurança de Santos, Sérgio Del Bel Júnior, a liberação de ainda 20 viaturas da Guarda Civil Municipal para que os veículos sejam decorados com adesivos da mesma campanha que já começou a ilustrar os pontos de ônibus da cidade.

"De uma ideia bem simples evoluiu para tudo isso. Foi muito bacana, vão ser 20 pontos de ônibus atendendo aos 20 artistas e vão ser 20 viaturas atendendo às artes, vai ser algo bem legal".

"A gente colocou no dia 19 os dois primeiros, só que quando fomos adesivar o terceiro ponto de ônibus percebemos que ainda precisamos daquele QR Code dos ônibus e entrei em contato de novo com a CET e eles vão nos enviar o QR Code para que a gente possa inserir na nossa arte, então a gente deu uma paradinha, mas já vamos retomar", conclui Paulo.

Para quem quiser conferir, as duas primeiras artes já posicionadas ficam na frente da UME Samuel Augusto Leão de Moura, na Areia Branca, e no cruzamento entre a Avenida Francisco Glicério com a Avenida Conselheiro Nébias, no Boqueirão. Todos os outros 18 pontos de ônibus deverão receber suas artes nos próximos meses.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol

Recuperado da covid-19, Carille comanda treino, mas não irá a campo neste sábado

Carille só poderá comandar o Santos no clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21h35, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela terceira rodada do Estadual

Política

Lula celebra fim do caso tríplex e ataca Moro

A juíza Pollyanna Alves, da 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, arquivou o processo contra o ex-presidente em decisão tomada nesta quinta-feira (27). Na ação, o ex-presidente era acusado de lavagem de dinheiro e corrupção

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software