Alerta Fofura: alunos de escola municipal distribuem flores nas ruas

Marcando o início da primavera, ato tem o objetivo de levar um pouco de alegria através das flores e materiais reciclados

Comentar
Compartilhar
22 SET 2021Por Da Reportagem21h00
Crianças ofereceram flores aos moradores do entorno da escola, em SantosCrianças ofereceram flores aos moradores do entorno da escola, em SantosFoto: Raimundo Rosa/PMS

"Nosso intuito hoje e para sempre será trazer alegria, cores e felicidade para as pessoas, por meio dessa natureza linda e riquíssima que temos", assim a presidente do grêmio mirim da unidade municipal Maria Luiza Alonso Silva (Ponta da Praia), Giovana Fachinelli, 9, se expressou durante a distribuição de flores aos moradores do entorno da escola, na tarde desta quarta-feira (22), início da primavera.

Ação faz parte do projeto 'Reciclar... Florindo a Cidade, uma atitude de amor', criado pelos alunos do grêmio. "Juntamos dois elementos fundamentais: reciclar e preservar a natureza. Temos três passos neste primeiro momento. O primeiro foi a distribuição de mudinhas de flores e suculentas para a comunidade escolar. O segundo estamos fazendo hoje, com a entrega dos vasinhos para as pessoas que moram ou trabalham perto da escola. Para o terceiro passo, queremos pedir para plantarmos mudas de palmeiras no centro esportivo do Rebouças, ganhamos de uma colaboradora da nossa unidade. Com isso queremos levar mais amor para as pessoas", contou a presidente.  

O grupo reutilizou recipientes de plástico e vidro para que as mudas pudessem ser plantadas. "Decoramos os potes e muitas pessoas ajudaram. Todos da escola se envolveram. É uma emoção fazer parte disso, uma gratidão! Estou vendo que está progredindo muito nosso projeto e estou feliz", afirmou outra integrante do grêmio, Camilly Silva dos Santos, 9 anos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp: https://bit.ly/diariodolitoral
Mantenha-se bem informado.

Além de falar sobre a preservação e a reciclagem, os estudantes têm a intenção de transformar o espaço de horta da escola em um jardim. "Eles querem revitalizar o local. Toda a ideia do projeto partiu deles. São multiplicadores de boas ações e protagonistas. E o grêmio é isso mesmo", disse a professora colaboradora do grêmio na escola, Thatiana Antunes. 

De acordo com a diretora da unidade, Maria Cecília Sousa de Alfredo, a atuação do grêmio é fundamental. "Os alunos entendem seus direitos e deveres. Sou apaixonada pelo trabalho que fazem e a escola sempre está aberta para as ideias das crianças. Além disso, a participação das famílias é fantástica, sempre nos ajudando".