X

Santos

Agenda 2030 será aplicada por intermédio dos grêmios em escolas de Santos

Alunos gremistas representam os interesses dos estudantes e promovem atividades para o benefício da comunidade escolar

Gabriel Fernandes

Publicado em 09/04/2024 às 17:56

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Criados há 10 anos, os grêmios estudantis estão distribuídos por 36 escolas santistas, incluindo a educação infantil e o ensino fundamental / Divulgação/PMS

Para multiplicar o aprendizado dos demais alunos das unidades municipais, os grêmios estudantis de Santos irão realizar ações relacionadas à Agenda 2030, como determina os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU)

Para aprimorar a conexão com o plano de ação ODS Santos 2030, os professores que acompanham as agremiações nas escolas participaram, na última quarta (3) e segunda-feira (8), de reuniões no Centro de Capacitação Darcy Ribeiro, com o Departamento de Políticas Públicas dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (Depods/OTC).

Criados há 10 anos, os grêmios estudantis estão distribuídos por 36 escolas santistas, incluindo a educação infantil e o ensino fundamental. Os alunos gremistas representam os interesses dos estudantes e promovem atividades para o benefício da comunidade escolar.

Para a articuladora dos grêmios, Cláudia Maneira, as agremiações são capazes de atingir comunidades distintas da Cidade com a sensibilização do tema. "Todos os alunos do grêmio vão trabalhar ações que contemplam os ODS e depois compartilhar esse conhecimento com os colegas das outras salas, até chegar nos lares. Vai ser uma multiplicação muito grande, incentivando modificações que as pessoas possam fazer no dia a dia que contemplem esses objetivos", projetou.

O ODS Santos 2030 serve como um guia para orientar as ações da administração municipal, da sociedade civil e do setor privado na promoção do desenvolvimento sustentável. O professor de História, Danianderson Morais, ressaltou que conhecer o trabalho executado na Cidade é essencial. "A capacitação é muito legal e deve ser estendida para equipe gestora também. Várias ações que os grêmios fazem abrangem alguns dos 17 ODS e podem ser mais divulgadas".

Representando o Depods, Bruno Valdevino destacou o papel da educação na implementação de boas práticas. "Não há instituição com mais alcance na vida das pessoas e comunidades do que uma escola. É importante ter os ODS dentro das unidades de ensino, e os grêmios estudantis podem se tornar 'ponta de lança' na inclusão dos objetivos na rotina escolar".

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Pelo Brasileirão, Palmeiras não possui dificuldades em vencer o Vasco

Equipe comandada por Abel Ferreira dominou o Vasco do início ao fim do jogo e teve muitos méritos na vitória

Variedades

Casey Affleck e Matt Damon são destaques no trailer de 'Os Provocadores'

Longa chegará direto pela Apple TV+

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter