Santos

Advogado acusa Sabesp de dificultar renovação de tarifa social

A tarifa social é concedida as entidades de benemerência, como o caso do Nurex (Núcleo de Reabilitação de Deficiência Intelectual São Vicente de Paulo)

Da Reportagem

Publicado em 09/05/2024 às 13:39

Atualizado em 09/05/2024 às 13:39

Comentar:

Compartilhe:

O advogado Célio Dias alega que não vem conseguindo renovar a tarifa social junto a Sabesp / Divulgação

O advogado Célio Dias, na condição de representante legal do Nurex (Núcleo de Reabilitação de Deficiência Intelectual São Vicente de Paulo), alega que não vem conseguindo renovar a tarifa social junto a Sabesp. A tarifa social é concedida as entidades de benemerência, como o caso do Nurex.

Segundo Célio Dias, após receber e providenciar toda documentação necessária para solicitar a tarifa social, o advogado afirma que compareceu ao Poupatempo, no último dia 8, às 10h.

Lá, ele apresentou todos os documentos previamente requisitados e, após 10 minutos, um responsável da Sabesp veio ao seu encontro e da funcionária que estava iniciando o procedimento, informando que não seria aceita a renovação da tarifa social porque a CNH, de um dos diretores, não era digital. Sendo que na lista de documentos necessários à renovação, não havia nenhuma informação sobre apresentação de documentos pessoais dos diretores.

Ainda segundo Célio Dias, o funcionário da Sabesp afirmou que havia sido enviado um e-mail, anteriormente, para uma ex-funcionária do Nurex, que já deixou a empresa há bastante tempo, informando da necessidade de apresentar os documentos dos diretores (original e cópia).

Célio afirma que argumentou que já havia feito o recadastramento, em 12 de dezembro de 2023 e que foram alterados o responsável legal do Nurex e os novos e-mails de contato.

O funcionário da Sabesp, segundo Célio Dias, "continuou em absoluta arrogância e não admitiu o equívoco da Sabesp por duas vezes", disse.

"O quanto eles tripudiam em cima dos usuários do sistema para prorrogar, atrasar uma simples renovação de tarifa social, a uma entidade beneficente que atende a 110 crianças e jovens com autismo, paralisia cerebral e outras deficiências, faz jus a tal benefício, tarifa essa que vence no dia 11", afirma.

O Diário já procurou a Sabesp e aguarda uma resposta. A reportagem será atualizada assim que a estatal se pronunciar.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Fim da era Carrile? Entenda o peso do duelo entre Santos e Goiás

Alvinegro Praiano está na sétima posição da Série B

Praia Grande

Haja Paciência! Saída de Praia Grande tem 5 km de lentidão; veja trechos

O epicentro do problema acontece na Avenida Ayrton Senna

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter