Tecnologia auxilia no cadastro de árvores em Praia Grande

O programa conta com diversas camadas (layers) sobre uma base com fotos aéreas e de satélite, onde é possível cadastrar, alterar e filtrar dados sobre equipamentos municipais, mobiliário urbano e itens urbanos.

Comentar
Compartilhar
02 NOV 2019Por Da Reportagem09h07
Sistema moderno utiliza georreferenciamento para armazenamento de dados das espécies.Foto: PREFEITURA DE PRAIA GRANDE

Para manter unificadas e atualizadas informações sobre Praia Grande, que poderão ser utilizadas pelas equipes técnicas de diferentes secretarias municipais, a Prefeitura está desenvolvendo programa de computador baseado em georreferenciamento, com base em restituição aerofotogramétrica (fotografia aérea executada para fins de mapeamento). E na manhã de ontem, a Secretaria de Planejamento (Seplan) apresentou oficialmente o software para representantes das secretarias de Meio Ambiente (Sema) e de Serviço Urbanos (Sesurb), que realizarão o cadastro das árvores existentes na Cidade.

O programa conta com diversas camadas (layers) sobre uma base com fotos aéreas e de satélite, onde é possível cadastrar, alterar e filtrar dados sobre equipamentos municipais, mobiliário urbano e itens urbanos.

A nova etapa do cadastro visa quantificar e classificar as espécies para potencializar a gestão dos plantios, manutenção e controle das questões afetadas por outros setores da Administração Municipal. A intenção é que nos próximos meses outras pastas municipais também abasteçam o banco de dados com informações referentes aos seus setores, melhorando a gestão das ações municipais. Todos os elementos acrescentados no sistema (como localização de postes, bueiros, placas de trânsito, etc) podem ser visualizados por todos os outros setores.

No cadastro de árvores, o banco de dados contará com informações como localização, nome popular da espécie, nome científico, data do plantio, estado fitossanitário, porte, se é ou não nativa, dentre outros. Atualmente, o mapeamento ainda em andamento já conta com cerca de 100 mil espécies. Os funcionários indicados por cada secretaria para abastecer as informações no sistema passarão por treinamento.

Durante a reunião com a Sema e Sesurb, o secretário municipal de Planejamento, Nelio Affonso Dell'Artino, destacou a importância do programa para o bom andamento do trabalho realizado pela Prefeitura. "É um legado que deixamos para a Cidade. São informações que serão essenciais para a gestão de diversas áreas, que beneficiarão diretamente a população", afirmou.

A diretora da Divisão de Normatização, Controle e Licenciamento da Sema, Elaine dos Santos Rovati, também elogiou o sistema: "Vamos poder executar serviços de plantio, por exemplo, de forma muito mais adequada".