X
BOM PAGADOR

Prefeitura de Praia Grande inicia campanha de incentivo ao bom pagador

Contribuinte sem débitos ou com planos de parcelamentos em dia terá desconto

A Central de Suporte da Dívida vai entrar em contato com os contribuintes, informando os débitos e oferecendo condições para pagamento / Divulgação/ PMPG

A Prefeitura de Praia Grande iniciou mais uma campanha de incentivo à regularização de dívidas de IPTU. A partir desta semana, a Central de Atendimento da Secretaria de Finanças (Sefin) vai entrar em contato com os contribuintes que possuem o desconto “Bom Pagador”, comunicando possíveis débitos em aberto e a possibilidade do envio de boletos atualizados para pagamento. A intenção é evitar que esse contribuinte perca o desconto adquirido no imposto anual.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A Cidade concede o benefício “Bom pagador”, que é 5% de desconto sobre o valor do IPTU, aos contribuintes que não possuam qualquer débito junto à Prefeitura. O benefício pode ser concedido mesmo aos munícipes que efetuam o pagamento em 12 meses, a única exigência é não possuir débitos do ano anterior ou possuir plano de parcelamento sem atrasos.

A Central de Suporte da Dívida vai entrar em contato com os contribuintes, informando os débitos e oferecendo condições para pagamento. O setor realiza chamadas aos contribuintes pelo telefone (13) 3512-4390, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Dúvidas e informações também podem ser obtidas através do WhatsApp (13) 3496-2275.

Segundo o secretário de Finanças, Cristiano Mola, essa é mais uma ação da Sefin de incentivo a regularização de débitos. “É uma forma de reconhecer o contribuinte que possui seus débitos em dia, mas que por algum motivo, até por desconhecer certos tributos, deixou de pagar. Essa campanha inédita vai beneficiar esses munícipes e dar a chance que regularizem e mantenham o desconto de 5% para o próximo ano”.

Acerta PG – Simultaneamente à Campanha Bom Pagador, a Secretaria de Finanças está comunicando os contribuintes que possuem acordos de parcelamento e estão com até duas parcelas em atraso. De acordo com o Código Tributário do Município, com três parcelas atrasadas, um plano de parcelamento é cancelado, obrigando o munícipe a refazer um acordo. O objetivo da Sefin é lembrar o contribuinte do debito para que ele não perca os descontos nos juros e multas obtidos no Plano de Parcelamento Incentivado (PPI), já que depois de 25 de setembro os novos parcelamentos serão feitos sem os benefícios do PPI.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Polícia Civil prende acusado de assalto em São Vicente

O crime aconteceu em 2017 e o suspeito estava foragido até a sua prisão, nesta quarta-feira (10)

GASTRONOMIA

Conheça 5 restaurantes para provar comidas do Oriente Médio em SP

Uma nova geração de restaurantes árabes que tem dado o que falar

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software