X
Cotidiano

PG é destaque em Congresso Brasileiro de Administração Hospitalar e Gestão em Saúde

Evento fez parte da maior feira de soluções para saúde do mundo

Praia Grande é destaque em Congresso Brasileiro de Administração Hospitalar e Gestão em Saúde / Divulgação Prefeitura de Praia Grande

A Rede de Saúde de Praia Grande foi destaque no 41° Congresso  Brasileiro de Administração Hospitalar e Gestão em Saúde, que  aconteceu de terça (3) a sexta-feira (6), no Expo Center Norte, em São  Paulo- SP, durante a Medical Fair Brasil (MFB), a edição brasileira da  maior feira de soluções para saúde do mundo, realizada há 50 anos na  Alemanha.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.


Organizado pela Federação Brasileira de Administradores Hospitalares,  o eixo Gerenciamento de Riscos recebeu como um de seus explanadores, o  secretário de Saúde (Sesap) de Praia Grande, Cleber Suckow Nogueira  que expôs o êxito da Cidade no combate à pandemia por coronavírus.

Um dos focos do debate foi a atuação das redes de saúde municipais e a  maneira como os administradores geriram os recursos em suas cidades.  "Nosso diferencial foi a atuação a partir da Atenção Básica, não  focamos somente em hospitais, as 30 Unidades de Saúde da Família, as  Usafas, foram mobilizadas, as Academias da Saúde também foram  utilizadas para atender os casos leves de síndromes gripais, o que  reduziu o número de internações e as filas nas Unidades de  Pronto-Atendimento, evitando a contaminação cruzada e o colapso da  rede de Urgência e Emergência", destacou o secretário.

Outros equipamentos que foram de extrema importância para o combate e  controle da pandemia no município também foram citados, como, por  exemplo, o Acolhe PG, uma central telefônica criada, na época,  especialmente para atender casos suspeitos e confirmados de covid-19  e, que registrou mais de 400 mil chamadas em dois anos de pandemia.

 A central 162 faz ligações para pacientes sintomáticos respiratórios  a cada 24 ou 48 horas, dependendo dos sintomas do paciente, durante,  no mínimo, 14 dias. Os resultados dos exames para detecção da covid-19  também são passados para os pacientes, tudo devidamente registrado de  maneira digital. O Acolhe PG recebe ainda chamadas telefônicas de  munícipes que necessitam de orientação em relação à covid-19. Hoje, a  central foi ampliada e atende outras demandas, como agendamento de  consultas e exames, disque amamentação, entre outros.

Outro destaque do evento foi o serviço de reabilitação pós-covid que  está sendo realizado em Praia Grande. "Além de atender os pacientes  com síndromes respiratórias, a Sesap se dedicou a estruturar sua rede  para acolher as pessoas que sofrem com as sequelas físicas ou mentais  provocadas pela covid-19. A porta de entrada é pelas 30 Usafas  espalhadas pelo Município, que garantem a cobertura de 100% do  território, a maior da Baixada Santista. O paciente é atendido pela  equipe de saúde da família e, caso as sequelas sejam leves, ele é  direcionado para uma das Academias da Saúde ou outro equipamento do  município, que contam com diversas atividades supervisionadas por  profissionais capacitados e são voltadas para todos os públicos, não  apenas aos idosos", explicou Nogueira.

A MFB termina nesta sexta-feira (6) e contou com mais de 200  expositores e mais de 170 horas de conteúdos e palestras  profissionais, incluindo gestão, tecnologia e inovação.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Férias escolares de julho reacendem a discussão sobre guarda compartilhada

Especialista dá orientações sobre a divisão do tempo dos filhos com guardiões divorciados

São Vicente

Miramar Shopping traz brincadeiras de ilusão de ótica nas férias de julho

São quatro atrações espalhadas por todo o shopping que desafiam os sentidos, como a visão e o tato; evento é gratuito

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software