X

Praia Grande

Praia Grande comemora os 17 anos do GAPE com atividades em escolas

Guardas municipais que atuam no projeto buscam estimular a autoestima das crianças, valorizando os vínculos afetivos, a prevenção a violência, vandalismo e combate às drogas

Da Reportagem

Publicado em 12/02/2024 às 20:08

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Voltado para estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental da rede municipal, o GAPE tem como objetivo trabalhar a reestruturação familiar, buscando diminuir índices de violência e criminalidade por meio da cartilha 'Ensinando a Viver' / Jairo Marques/PMPG

Já são 17 anos de atividades nas escolas municipais, muitas palestras realizadas e mais de 20 mil alunos atendidos. O Grupo de Apoio à Cidadania e Prevenção à Violência nas Escolas (GAPE), realizado pela Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande, completa mais um ano de vida nesta quarta-feira (07) e comemora a trajetória.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.


Voltado para estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental da rede municipal, o GAPE tem como objetivo trabalhar a reestruturação familiar, buscando diminuir índices de violência e criminalidade por meio da cartilha “Ensinando a Viver”. Para alcançar essa missão, os guardas municipais que atuam no projeto buscam estimular a autoestima das crianças, valorizando os vínculos afetivos, a prevenção a qualquer forma de violência, vandalismo e combate às drogas, além de inserir conceitos éticos.

Esta semana, os guardas Eli de Moura Veronez, idealizador do projeto, Roberto Aparecido Silva e Hewerton Ribeiro Clementino começaram a percorrer as cinco escolas que serão atendidas este ano para se apresentarem aos alunos. As unidades são as seguintes: E.M José Julio Baptista; E.M Paulo Shigueo; E.M Mário Possani; E.M Rubens Lara e E.M Fued Temer.

Veronez explicou que, ao longo destes anos, já foram mais de 20 mil alunos atendidos e que um dos maiores reconhecimentos do projeto é encontrar ex-alunos, já adultos, que contam como o Gape refletiu positivamente em suas vidas. “Eles lembram de ensinamentos, de coisas que falávamos e que levaram para a vida. É muito bom saber que fizemos a diferença na história de tantas pessoas. E ainda queremos fazer mais”.

O professor da E.M Fued Temer, Edgard Souza dos Santos, conta que o conteúdo aplicado pelo GAPE é um importante reforço à grade curricular. “São abordados assuntos que, muitas vezes, algumas famílias têm dificuldade de tratar com as crianças. Assuntos sérios, importantes, mas que são trazidos com leveza, com cuidado, e de uma forma que a criançada absorve muito bem. É um trabalho de grande valor”.

O GAPE é realizado em parceria pelas secretarias de Assuntos de Segurança Pública (Seasp) e de Educação (Seduc). Além do curso nas unidades municipais, palestras também são ministradas em escolas estaduais e particulares, por intermédio do programa Juventude Legal, que atualmente se chama #Juventude PG. A ideia é que os alunos atuem como multiplicadores do conteúdo que recebem durante os encontros e repassem o conhecimento adquirido a seus familiares e amigos.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Economia

Com prejuízo de R$ 500 mi, Carrefour anuncia o fechamento de 123 lojas

Entre as unidades fechadas, 16 são hipermercados da própria marca; os demais são de bandeiras Todo Dia, Nacional e Bom Preço

Polícia

Mulher é estuprada dentro de delegacia em Guarujá; agressor é preso

Funcionária da Delegacia Sede da Cidade sofreu a violência dentro de sua sala de trabalho; homem foi preso em flagrante

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter